Se liga na língua: literatura, produção de texto, linguagem


Contador: móvel antigo. Lavrado



Baixar 11.7 Mb.
Página140/665
Encontro29.07.2021
Tamanho11.7 Mb.
1   ...   136   137   138   139   140   141   142   143   ...   665
Contador: móvel antigo.
Lavrado: esculpido.
Mandarim: funcionário do antigo império chinês.
Chim: chinês.

ARTE: MARCEL LISBOA/FOTOS: PIXABAY – CREATIVE COMMONS LICENSE – CC BY 4.0

Pensando sobre o texto

Sugerimos que as respostas sejam dadas oralmente.

1 Para descrever o objeto, o eu lírico cria logo na primeira estrofe uma ambientação sinestésica que torna o vaso mais real, vivo e palpável. Explique essa afirmativa.

Lembra?


Sinestesia: figura de linguagem que consiste em aproximar sensações percebidas por diferentes órgãos dos sentidos humanos.

2 Que elementos estão pintados no vaso descrito?

3 Que estratégia o poeta utiliza para intensificar e justificar o impacto visual que causa o vaso chinês no eu lírico?

O poema que você acabou de ler foi publicado originalmente na terceira coletânea de Alberto de Oliveira, denominada Sonetos e poemas (1886), e mostra o esforço do poeta em manter-se nos padrões rígidos que ajudou a propagar.

A exemplo de “Vaso chinês”, são comuns, nos poemas tipicamente parnasianos de Alberto de Oliveira, as descrições de objetos. Neles, o poeta busca, como um pintor, fixar suas impressões visuais e reproduzir vasos, estátuas, taças, etc.

Biblioteca cultural

Leia outros poemas de Alberto de Oliveira em: .
Página 102



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   136   137   138   139   140   141   142   143   ...   665


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal