Scielo books / Scielo livros / Scielo libros bertolli filho, C



Baixar 1.56 Mb.
Pdf preview
Página31/115
Encontro21.08.2021
Tamanho1.56 Mb.
1   ...   27   28   29   30   31   32   33   34   ...   115
H
ARMONIA
 
E
 C
ONFLITO

A
 
CONSTRUÇÃO
 
DA
 
ESPECIALIDADE
 
MÉDICA
A consolidação do prestígio das novas equipes tisiológicas que foram monta-
das em São Paulo e no Rio de Janeiro refletiu na avaliação do desempenho do professor
Clemente Ferreira e de outros médicos que comandaram a luta contra a Peste Branca nas
três décadas anteriores a 1930.
Reverenciado como um dos principais mentores da medicina pulmonar brasilei-
ra, o diretor da Liga Paulista Contra a Tuberculose passou a ser tachado – não sem uma
certa dose de ironia – como um ‘médico antigo’ e defasado, uma espécie de filantropo
que distribuía remédios, roupas e dinheiro aos seus pacientes, mas que se distanciara
das modernas técnicas de combate à moléstia consuntiva.


83
Em resposta às críticas das quais vinha sendo alvo e também à marginalização
oficial de sua pessoa, Clemente Ferreira buscou exponenciar a importância de seu traba-
lho por meio da composição de minuciosos relatórios anuais sobre os trabalhos desen-
volvidos pela Liga que dirigia e também mediante a fundação da Revista Paulista de
Tisiologia, publicação bimestral que começou a circular no mês de janeiro de 1935. Para
sustentar o empreendimento editorial, o Dr. Ferreira contou com o auxílio de seus mais
diletos discípulos, encontrando recursos econômicos para a impressão e distribuição
do periódico na abertura da coleção para anúncios de laboratórios e casas de saúde que
vendiam produtos e serviços ligados ao Grande Mal.
1
Criado com o intuito de divulgar as pesquisas realizadas no estado de São
Paulo, o periódico ferreiriano tinha como objetivo secundário servir como veículo da
desaprovação dos facultativos paulistas sobre a política de saúde centralizadora de
Getúlio Vargas, que os havia excluído do centro decisório da administração sanitária
nacional e, em alguns níveis, do comando da Saúde Pública estadual.
Apesar de ter nascido no Rio de Janeiro, Clemente Ferreira havia adotado a terra
paulista, fazendo estampar a bandeira estadual na capa de vários números da sua
Revista. Sob este direcionamento, a publicação especializada buscou dar destaque aos
tisiologistas de São Paulo como autores das principais tentativas formuladoras do
pensamento tisiológico nacional e, por contraste, os higienistas radicados no Distrito
Federal como os responsáveis pelas estéreis reorganizações sanitárias que se sucede-
ram no decorrer dos anos 30.
Nesta rota, a Revista Paulista de Tisiologia ocupou a posição de porta-voz
privilegiada dos interesses e dos dilemas que pontuavam as ações dos profissionais
dedicados à luta contra a Peste Branca, anunciando as tendências de congraçamento e
os confrontos que davam vida aos debates corporativos.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   27   28   29   30   31   32   33   34   ...   115


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal