Scielo books / Scielo livros / Scielo libros bertolli filho, C



Baixar 1.56 Mb.
Pdf preview
Página105/115
Encontro21.08.2021
Tamanho1.56 Mb.
#16766
1   ...   101   102   103   104   105   106   107   108   ...   115
F
LORBELA

A
 
HERANÇA
 
DA
 
CAUTELA
Florbela é uma docente universitária que pouco contato manteve com a mãe
tuberculosa, falecida na primeira metade da década de 30, quando a depoente contava
poucos anos de idade. Convidada para contar sua história, a simpática professora
mostrou-se reticente em atender o pedido, protelando as informações por mais de um
ano. Finalmente, ‘de algum lugar na Montanha [Campos do Jordão], no Outono de
1991’, Florbela presenteou o pesquisador com um punhado de versos autobiográficos.
O poema é o seguinte:
O que se herda?
O que se adquire?
Não corra. Não beba nada gelado.
Olhe o sol. Saia da chuva.
Sereno faz mal. Não pode, está ventando
Fecha a janela. Tem corrente de ar.
Leve o casaco. Ponha meia.
Descalça: Nunca.
Assim sem sol, sem chuva, sem sereno
sem vento consegui crescer.
Com óleo de fígado de bacalhau,


227
com emulsão de Scott, com mel,
gemada, xarope e vitamina
Cheguei até menina.
Raquítica diziam uns
Miudinha os parentes mais
condescendentes. Mignon
os mais sofisticados
Pobrezinha, também, com mãe doente
em voz de sussurro e acusação:
Tuberculosa – sabe, Bacilo de Koch!
Carreguei a culpa e tive um quarto só para mim.
água fervendo em toda louça
Afinal, não dá para arriscar.
Depois de algumas leituras e tenra sapiência
Fiz versos de condenada.
Aos 18 anos me preparei.
Pensava: vai ser tão romântico!
Depois
Por razões. Mais de mil. Saí de casa.
Atirei-me ao sol, a chuva, ao vento
Aos serenos da madrugada. Aos gelados
Janelas abertas. Descalça. A garoa de São Paulo!
Provoquei. Candidatei-me a T.B.
e até fiz uma excursão para Campos do Jordão.
Floradas na Serra. A Montanha Mágica.
e por razões misteriosas e inacreditáveis,
Sempre fui uma pessoa saudável
mais dada aos suspiros que aos espirros
Mas mesmo assim, quando me casei
alguém aterrorizado da família,
aterrorizado ou terrorista?
me chamou de lado e disse:
Você contou para ele?
Contou o que?
Que sua mãe morreu tuberculosa!
Meu Deus, esquecí!
Contei, casei, tenho filhos e netos
e ainda não morri (até já fui à Suíça!)
Tuberculose, pode ainda ser,
nunca se sabe! É uma sina,
um estigma, para alguns
quase uma nódoa.
Há doenças imorais.
Enfim, vou vivendo e
pertenço a algumas minorias
quase resgatadas -
filha de tuberculosa
e canhota.
Uma historinha, senhor Claudio,
esta verdadeira.


228
Os filhos dos tuberculosos podiam não herdar a doença do peito, mas certamen-
te tornavam-se herdeiros dos estigmas e da aceitação reticente que um dia havia ferido
seus progenitores contaminados. A tísica disseminava suas imagens sobre a família em
que havia infectado e, de forma surpreendente, afetava a trajetória de vida daqueles que
pertenciam à linhagem dos tuberculosos.


Baixar 1.56 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   101   102   103   104   105   106   107   108   ...   115




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal