Ronaldo vainfas


IMAGENS CONTAM A HISTÓRIA (p. 216)



Baixar 0.68 Mb.
Página597/644
Encontro08.10.2019
Tamanho0.68 Mb.
1   ...   593   594   595   596   597   598   599   600   ...   644
IMAGENS CONTAM A HISTÓRIA (p. 216)

a) A partir do século XVII, o uso de perucas tornou-se usual entre nobres e reis, a começar pela França. Indicava o status de nobreza e prestígio de quem as usava e tornou-se um atributo quase obrigatório nas cortes europeias, tanto para homens como para mulheres da aristocracia. No século XVIII, o uso de perucas chegou ao apogeu e, de certo modo, popularizou-se. Pessoas ricas, mesmo que não tivessem origem nobre, passaram a usá-las simulando um status superior. Médicos, advogados, juízes, professores universitários passaram a usar perucas em eventos públicos ou mesmo na vida cotidiana.

b) Nas mais variadas culturas, o exercício do poder real inclui o bastão ou cetro real como acessório. No Ocidente, o cetro foi usado desde o império romano. Na época Moderna, os bastões eram, em geral, adornados.

362


c) A sexualização de gestos ou posturas encontra-se ligada, ao menos na tradição ocidental, à construção de estereótipos e preconceitos sexistas e de gênero. Não é o melhor caminho para o respeito à diferença e ao exercício da cidadania em sociedades democráticas. Em todo caso, também os gestos têm história. No caso da retratística dos reis na época Moderna, a demonstração da masculinidade residia, antes de tudo, na suntuosidade do traje, incluídos o bastão real e a exibição, ainda que sutil, da espada. A exibição das pernas, incluindo os contornos, era outro atributo masculino, sendo interditada às mulheres. O cotovelo dobrado, com a mão esquerda na cintura, também era uma característica de masculinidade na época. Enfim, o que hoje pode parecer uma pose delicada, na época era vista como legitimamente, sobretudo no caso dos reis. Se julgar necessário, consulte, para aprofundamento, o artigo de Paulo César Garecez Marins: Nas matas com pose de reis: a representação dos bandeirantes e a tradição da retratística monárquica europeia (Revista do IEB, n. 44, 2007, p. 77-104).


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   593   594   595   596   597   598   599   600   ...   644


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal