Ronaldo vainfas



Baixar 0.68 Mb.
Página579/644
Encontro08.10.2019
Tamanho0.68 Mb.
1   ...   575   576   577   578   579   580   581   582   ...   644
Vamos testar?

1. (Ufes-2012) - Alternativa C

Comentário dos autores: O Homem vitruviano, imagem que abre o presente capítulo, é um ícone da representação antropocêntrica e humanista do Renascimento. As alternativas "a", "b", "c", "d" e "e" expõem aspectos corretos do conceito de Renascimento, do pensamento renascentista e do papel de Leonardo da Vinci ("d"). No conjunto, destaca-se a conexão entre o caráter moderno do Renascimento, científico e humanista ("a"), e ("b"), sem prejuízo da tradição judaico-cristã e com forte apego aos modelos da Antiguidade clássica ("e"). O Renascimento, porém, jamais valorizou a cultura antiga egípcia ou mesopotâmica.

2. (Enem-2010) - Alternativa C

Comentário dos autores: Tanto o texto de Pico della Mirandola como o de Copérnico colocam Deus em primeiro plano. No primeiro excerto, a ordem divina é a mais elevada e, no segundo excerto, Deus é Todo-poderoso. Tais evidências invalidam as alternativas "a" e "b", que negam a presença de aspectos religiosos nos textos. A opção erra ao rotular o excerto 1 de dogmático, quando o enunciado procura conjugar humanismo e religião, enquanto a opção vai além, no equívoco, ao atribuir caráter dogmático aos dois textos. Nesse sentido, embora Pico della Mirandola e Copérnico sejam emblemas, respectivamente, do humanismo filosófico e da racionalidade científica do Renascimento, os excertos contêm elementos religiosos nos enunciados.

3. (FGV/RJ-2011) - Alternativa C

Comentário dos autores: O Humanismo renascentista não ofereceu reflexões importantes sobre o uso da violência em favor da justiça social, tampouco fez a apologia do livre comércio - o que invalida as alternativas "a" e "d". Estes são tópicos relacionados à história europeia no século XVIII, em particular a Revolução Francesa e a Revolução Industrial. Além disso, o texto de Braudel não faz considerações sobre a arte renascentista, o que prejudica a alternativa "e". A alternativa "b" parece correta, mas exagera o racionalismo humanista ao excluir o compromisso dos filósofos e artistas da época com a religião. O próprio Braudel admite esse compromisso. O humanismo renacentista foi, antes de tudo, antropocêntrico, mas filosoficamente ambíguo. Moderno, por apostar no progresso e na razão humana; tradicional, porque não contestou a religião e valorizou a Antiguidade Clássica.


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   575   576   577   578   579   580   581   582   ...   644


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal