Ronaldo vainfas


ROTEIRO DE ESTUDOS (p. 122-123)



Baixar 0.68 Mb.
Página545/644
Encontro08.10.2019
Tamanho0.68 Mb.
1   ...   541   542   543   544   545   546   547   548   ...   644
ROTEIRO DE ESTUDOS (p. 122-123)

Para organizar

1. O historiador britânico afirmou que as pesquisas arqueológicas feitas até aquele momento ainda eram insuficientes para permitir uma compreensão mais profunda da História da África.

2. Esses impérios localizavam-se entre os atuais Estados do Senegal e da República de Camarões, banhados pelo oceano Atlântico, confrontando no interior com os rios Níger e Benué. Os impérios do Sudão Ocidental (como os de Gana, Mali e Songai) tornaram-se poderosos, entre outros motivos, por sua posição estratégica nas rotas caravaneiras transaarianas. Nesses pontos, construíram grandes mercados controlados pelos soberanos, onde vendiam e compravam mercadorias. Nesses mercados, os produtos eram negociados e transportados através do Saara pelos povos berberes. Os produtos comercializados eram transportados do norte da África para as savanas do Sudão, sendo eles: cavalos, tecidos, cobre, contas de vidro e de pedra, perfumes, coral de Ceuta e os dois produtos do deserto, sal e tâmaras. Os artigos que os berberes levavam da região sudanesa eram: goma, âmbar, almíscar, peles, marfim e, principalmente, ouro e escravos.

3. De uma forma ou de outra, esses impérios tiveram grande influência islâmica, seja direta, por seus soberanos, principais chefes e parte da população terem aderido ao islamismo (casos de Mali e Songai), seja pelos soberanos permanecerem com sua religião original, mas contarem nos seus domínios com comunidades muçulmanas ou possuírem na sua administração indivíduos dessa religião (caso de Gana).

4. Um dos motivos da decadência desses impérios foi a criação de rotas comerciais e, consequentemente, de novos mercados (como o da cidade de Gao, de população songai, que enfraqueceu o império do Mali), sejam elas em direção ao deserto do Saara, sejam as rotas atlânticas, que deslocaram os grandes mercados para os reinos banhados pelo oceano (enfraquecendo o último grande império, de Songai).

5. No reino do Congo, a escravidão era do tipo doméstico ou de linhagem: com o tempo, os filhos dos escravos eram incorporados à família do senhor, embora com um status inferior. Os escravos eram, muitas vezes, prisioneiros capturados em guerras, criminosos ou pessoas com dívidas impagáveis. Esse tipo de escravidão era diferente daquela realizada pelos grandes impérios, reinos e cidades do Sudão, que objetivavam o lucro com o comércio de escravos conquistados em guerras de expansão.

6. A guerra era, sem dúvida, a principal forma de transformação de pessoas livres em escravos.

7. Pelas leis do Corão, muçulmanos não poderiam escravizar outros muçulmanos, obrigando-os a buscar escravos em povos que adotassem uma religião diferente. Isso estimulava um amplo comércio pela África, uma vez que os escravos eram comprados em regiões distantes daquelas sob a hegemonia islâmica, como era o caso, entre outros, dos territórios sudaneses.

8. Caso o viajante tenha apresentado um relato real, uma razão era o poder do rei, reconhecido por diversos povos e reinos vassalos, o que resultava em uma situação de paz. Além do mais, o reino era muito rico, mas a principal razão é que havia tolerância religiosa, justificada pelo fato de nenhum soberano ter feito a jihad, a guerra santa. Também pode ter influído o fato de o soberano do Mali respeitar o poder local dos diversos povos vassalos.


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   541   542   543   544   545   546   547   548   ...   644


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal