Ronaldo vainfas



Baixar 0.68 Mb.
Página535/644
Encontro08.10.2019
Tamanho0.68 Mb.
#95
1   ...   531   532   533   534   535   536   537   538   ...   644
Para organizar

1. As três ordens do período medieval europeu - formadas pelos sacerdotes, cuja função era orar, pelos guerreiros, cujo papel era combater, e pelos camponeses, cuja atribuição era trabalhar - garantiam a manutenção de um sistema social no qual o clero subordinava as outras duas ordens ao seu poder. A superioridade hierárquica dos sacerdotes era justificada pelo fato de eles dedicarem sua vida a Deus, exercendo as vocações mais valorizadas pelos cristãos, as quais estavam relacionadas aos assuntos espirituais. Além disso, por meio da religião se justificava a função dos camponeses: estes estavam obrigados a trabalhar a terra por causa da herança do "pecado original", que submeteu o ser humano ao fardo do trabalho. Por meio de tais argumentos, o modelo medieval era um sistema desejado por Deus. Dessa forma, dificultavam-se as contestações das ordens inferiores - principalmente a dos camponeses - aos poderes estabelecidos.

2. As Cruzadas possuíam também razões políticas e econômicas. O principal fator econômico estava relacionado ao crescimento comercial iniciado a partir do século XI, o qual tornou necessária a reconquista do controle do mar Mediterrâneo - dominado pelos muçulmanos desde o século VIII - a fim de romper o isolamento da Europa cristã. Já os motivos políticos tinham, ao lado dos de cunho religioso, um enorme peso. Além disso, ao partir para os combates na Terra Santa, os cavaleiros errantes e os da nobreza feudal cessavam os seus conflitos, contribuindo para a pacificação de uma sociedade que se encontrava submetida às disputas pela posse das terras.

3. Para a Igreja católica, heresia era qualquer ideia ou ação que fosse contra os seus dogmas (princípios e doutrinas inquestionáveis), sacramentos e mandamentos ou que questionasse o poder eclesiástico, sobretudo a autoridade do papa.

4. Com as Cruzadas, o caminho de navegação para Gênova foi aberto. Dessa forma, os seus habitantes passaram a fornecer apoio para os cruzados fixados no Oriente, enviando reforços militares, abastecendo os exércitos cristãos e atuando contra esquadras muçulmanas. Isso fez de Gênova uma das maiores potências econômicas do período, ao lado de Veneza.

Assim, pode-se afirmar que as Cruzadas trouxeram oportunidades para que essas cidades se tornassem elos entre o Ocidente cristão e o Império Bizantino. Gênova e outras cidades da península Itálica favoreceram-se pelo fato de estarem em uma zona de passagem que possibilitava uma expansão comercial, ampliando a circulação de mercadorias e organizando as primeiras casas bancárias do período medieval.

340

5. As ordens mendicantes renovaram a perspectiva da atuação dos religiosos medievais, uma vez que propunham a purificação do cristianismo, a evangelização dos povos e novos ideais aos religiosos que seguiam uma regra monástica, já que as novas intenções não eram somente a purificação do próprio espírito por meio do isolamento social, mas também a militância pela salvação da alma de outras pessoas e a assistência aos mais humildes.



6. As corporações eram associações de artesãos, divididas por ofício, enquanto as guildas eram associações de mercadores ligadas ao comércio marítimo.

7. Acredita-se que a peste negra tenha chegado à Europa pelo porto de Gênova, em 1347. Um navio originário de Caffa, entreposto genovês no mar Negro, teria trazido a bordo ratos que espalharam a doença. A condição de saúde da população europeia já estava abalada devido à escassez de alimentos entre 1315 e 1317.

8. A Guerra dos Cem Anos (1337-1453) foi motivada pela disputa sucessória da Coroa francesa. Como Carlos IV, rei da França, morreu sem deixar herdeiros, Eduardo III, o rei britânico e sobrinho de Carlos IV, julgava-se legítimo herdeiro do trono francês. No entanto, boa parte da nobreza francesa apoiava o primo de Carlos IV, Filipe de Valois, que por fim assumiu o poder, causando a reação militar de Eduardo III. Por esse motivo, a guerra pode ser considerada um conflito tipicamente feudal, uma vez que envolvia disputas entre nobres pela Coroa.

9. A reação senhorial do século XIV pode ser considerada resultado das crescentes fugas dos camponeses que, assolados pela fome, pela peste e pelas guerras, partiam para as cidades. Dessa maneira, a reação dos senhores feudais foi caracterizada por uma tentativa de aumentar suas rendas e resgatar sua importância, impondo multas e taxas e tentando impedir que os camponeses deixassem as terras arrendadas.

10. As jacqueries - revoltas promovidas pelos camponeses a partir do século XIV na Europa ocidental - explicitam aspecto importante da crise do feudalismo, embora não tenham sido sua causa fundamental. Agravaram, porém, uma situação trágica, que incluía a fome generalizada, a peste negra e a Guerra dos Cem Anos.


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas

Baixar 0.68 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   531   532   533   534   535   536   537   538   ...   644




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal