Ronaldo vainfas


- Sociedades hidráulicas: uma base comum



Baixar 2.66 Mb.
Página44/644
Encontro08.10.2019
Tamanho2.66 Mb.
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   644
1 - Sociedades hidráulicas: uma base comum

O Oriente Próximo foi um dos berços da chamada Revolução Neolítica e, como consequência, cenário de importantes sociedades, formadas a partir de 3000 a.C. Por volta de 7000 a.C., já existiam na região comunidades sedentárias, com subsistência baseada na atividade agrícola, em especial na produção de cereais.

O arqueólogo norte-americano James Henry Breasted, no início do século XX, denominou de Crescente Fértil a faixa de terra que se estende do nordeste da África até o golfo Pérsico (ver mapa). É uma vasta área de 500 mil km2, muito árida, com algumas extensões desérticas, porém irrigada pelos rios Nilo, Jordão, Tigre e Eufrates. Nesses autênticos oásis, a terra era propícia para a prática da agricultura e para a criação de animais. Essas condições capacitaram as sociedades locais a produzirem excedentes agrícolas, que podiam ser estocados.

Dentre as sociedades que se estabeleceram na região, destacaram-se as do Egito, banhado pelo rio Nilo, e as da Mesopotâmia, banhada pelos rios Tigre e Eufrates. Essas sociedades hidráulicas, que dependiam da construção de sistemas de irrigação, diques e barragens, surgiram quase ao mesmo tempo nas duas regiões. Nelas, as atividades econômicas se diversificaram, com o progressivo uso de metais e a especialização da produção artesanal.

Nesse longo processo de mudanças, formaram-se, primeiramente, as cidades e pequenos Estados em nível local. Mais tarde, apareceram os Estados centralizados, que dominavam vastas regiões. Mas tudo isso esteve relacionado com o controle das águas do Nilo, no Egito, e do Tigre e do Eufrates, na Mesopotâmia. Nesses locais, as cheias traziam peixes mortos e outros materiais orgânicos que fertilizavam a terra.

A sociedade se hierarquizou, destacando-se uma camada de burocratas e sacerdotes que se impôs sobre os camponeses. Ela era responsável pela direção das obras hidráulicas, pelo governo e pelas relações com os deuses, das quais dependia, de acordo com as crenças da época, a sobrevivência de todos.

Boxe complementar:

Fique de olho!

· PINSKY, Jaime. As primeiras civilizações. São Paulo: Contexto, 1994.

Este livro aborda o surgimento das primeiras civilizações desde o período Neolítico, da descoberta da agricultura e da invenção da escrita até a formação das primeiras civilizações do Ocidente e do Oriente Médio.

Fim do complemento.

REGIÃO DO CRESCENTE FÉRTIL NA ANTIGUIDADE

FONTE: DUBY, Georges. Atlas Historique Mondial. Paris: Larousse, 2006. p. 4-7; ATLAS da História do Mundo. São Paulo: Folha da Manhã, 1995. p. 54-59; OVERY, Richard. A história completa do mundo. Rio de Janeiro: Reader's Digest, 2009. p. 59.

CRÉDITOS: SONIA VAZ

30


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   644


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal