Ronaldo vainfas



Baixar 2.66 Mb.
Página28/644
Encontro08.10.2019
Tamanho2.66 Mb.
1   ...   24   25   26   27   28   29   30   31   ...   644
O elo perdido?

A baixa estatura dos indivíduos de alguns povos da África subsaariana intrigava os cientistas europeus do século XIX. Esses povos eram chamados genericamente de pigmeus e, de acordo com as teorias racistas da época, eram inferiores aos caucasianos.

O filme O elo perdido, de 2005, dirigido por Régis Wargnier, mostra a fragilidade dessas teorias. A história se passa na cidade de Edimburgo, na Escócia, no ano de 1879. Um grupo de cientistas parte para a África liderado pelo médico Jamie Dodd. O objetivo é capturar indivíduos pigmeus para estudá-los. A equipe regressa a Edimburgo com um casal, Toko e Likola. Começa, então, um conflito entre os pesquisadores. Dois deles insistem em provar que os pigmeus são o elo perdido entre os macacos e a espécie humana. Jamie discorda, alegando que são pessoas com a mesma inteligência e sentimentos de outros seres humanos. Jamie perde o debate e é ridicularizado pela comunidade científica. Toko e Likota são enviados a um zoológico, humilhados. Mas Jamie não desiste de defender a humanidade dos pigmeus, desafiando a ciência racista da época.

LEGENDA: Cartaz do filme O elo perdido, de Régis Wargnier, de 2005, sobre as discussões científicas e filosóficas travadas no século XIX a respeito da origem do gênero humano.

FONTE: O ELO PERDIDO. DIREÇÃO: RÉGIS WARGNIER. FRANÇA, ÁFRICADO SUL, REINO UNIDO: VERTIGO PRODUCTIONS, SKYLINE FILMS ET AL., 2005.

· O avanço da genética, da Antropologia e das ações missionárias na África a partir do século XX, sobretudo após 1950, desvalidaram as teses que duvidavam da natureza humana ou humanidade dos pigmeus. Quem são, afinal, os pigmeus? Quais hipóteses justificam sua baixa estatura?

18

Capítulo 2 - Continente ameríndio



LEGENDA: Na ilustração acima, de autoria do norueguês Peter Andreas Brandt, feita por volta de 1840, o naturalista dinamarquês Peter Lund foi retratado estudando as pinturas rupestres na Lapa de Cerca Grande, próximo a Lagoa Santa, em Minas Gerais. Museu de Zoologia de Copenhague, Dinamarca.

FONTE: PETER ANDREAS BRANDT. C.1840.

Lagoa Santa, em Minas Gerais, tem um significado especial para a arqueologia brasileira. Ali, ainda no século XIX, realizaram-se as primeiras pesquisas arqueológicas no Brasil, chefiadas pelo dinamarquês Peter Lund (1801-1880). Mais tarde foram descobertos vestígios de um grupo de seres humanos que ficou conhecido como Homem de lagoa Santa.

Em 1975, localizou-se um crânio nesse sítio arqueológico. Para grande surpresa, as pesquisas demonstraram que era, até então, o fóssil mais antigo da América, com idade entre 11 mil e 13 mil anos. Além disso, os estudos indicaram tratar-se de uma mulher, a quem os arqueólogos denominaram Luzia.

Boxe complementar:

Puxando pela memória

Você já ouviu falar do estreito de Bering? Sabe dizer onde ele fica e qual a sua importância na história da humanidade?

Fim do complemento.

19


Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   24   25   26   27   28   29   30   31   ...   644


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal