Ronaldo vainfas



Baixar 2.66 Mb.
Página205/644
Encontro08.10.2019
Tamanho2.66 Mb.
1   ...   201   202   203   204   205   206   207   208   ...   644
3. (Enem-2014)

Os incas desenvolveram uma maneira de registrar quantidades e representar números utilizando um sistema de numeração decimal posicional: um conjunto de cordas com nós denominado quipo. O quipo era feito de uma corda matriz, ou principal (mais grossa que as demais), na qual eram penduradas outras cordas, mais finas, de diferentes tamanhos e cores (cordas pendentes). De acordo com a sua posição, os nós significavam unidades, dezenas, centenas e milhares. Na Figura 1 , o quipo representa o número decimal 2.453. Para representar o "zero" em qualquer posição, não se coloca nenhum nó.

FONTE: BIS

O número da representação do quipo da Figura 2, em base decimal, é

a) 364

b) 463


c) 3.064

d) 3.640


e) 4.603

Conexões - História e arte



A arte asteca

A arte asteca foi influenciada pela cultura de diferentes povos que antecederam ou integraram o seu Império. Entre as manifestações artísticas astecas estavam a cerâmica, a escultura, a arquitetura, a tecelagem, a joalheria e a plumagem. Máscaras e artefatos de ouro também eram típicos do mundo nauatl, aos quais pertenciam os astecas.

O ouro, para os europeus, era um material valorizado. Era desse metal que as moedas mais valiosas eram feitas. Nesse sentido, estava ligado também ao luxo.

LEGENDA: Máscara de ouro do século VII representando o deus Xipe Totec encontrada no sítio arqueológico de Monte Alban, no México. Museu das Culturas de Oxaca, Oxaca, México.

FONTE: DE AGOSTINI/GETTY IMAGES

· Discuta, em grupo, se a enorme quantidade de peças em ouro, característica do artesanato asteca, indica a importância do luxo naquela sociedade.

136

Capítulo 10 - Sociedades do Extremo Oriente: China, Japão e Índia



LEGENDA: Um pagode, edifício típico do Extremo Oriente, construído durante o período imperial na China. Torre Wangu, na província de Yunan, na China. Fotografia de 2014.

FONTE: ANDREAS BRANDL/ROBERTHARDING/CORBIS/FOTOARENA

O pagode é uma forma de edificação tipicamente asiática, comum na China, na Índia, no Japão, na Coreia e no Nepal, ou seja, na Ásia meridional e oriental. Um modelo arquitetônico original, que não é comparável às pirâmides egípcias da Antiguidade nem aos templos greco-romanos, tampouco às catedrais góticas da Idade Média europeia.

Para os europeus, o Oriente era cheio de mistérios. Mistérios que assim foram chamados porque os povos do Ocidente não conheciam quase nada do Oriente quando as diferentes culturas desses dois hemisférios se encontraram pelos mares na viagem do português Vasco da Gama. Também poderiam ter se cruzado em alguma viagem de Zheng He, principal almirante chinês da dinastia Ming, no século XV.

Este capítulo busca desvendar a Ásia na sua diversidade, adotando o ponto de vista de algumas sociedades do Extremo Oriente. A perspectiva de não estudar a História asiática segundo o movimento do Ocidente é um pressuposto essencial para desvendar as histórias milenares da China, do Japão e da Índia.

Boxe complementar:

Puxando pela memória

Hoje, chamamos de pagode o estilo de samba surgido nas rodas de fundo de quintal no Rio de Janeiro durante a década de 1970. Mas qual é a origem da palavra pagode?

Fim do complemento.

137



Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   201   202   203   204   205   206   207   208   ...   644


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal