Ronaldo vainfas



Baixar 0.68 Mb.
Página186/644
Encontro08.10.2019
Tamanho0.68 Mb.
1   ...   182   183   184   185   186   187   188   189   ...   644
1. (Enem-2011)

Art. 1º A Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, passa a vigorar acrescida dos seguintes arts. 26-A, [...] e 79-B:

"Art. 26-A. Nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares, torna-se obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira.

§ 1º O conteúdo programático a que se refere o caput deste artigo incluirá o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil.

123


§ 2º Os conteúdos referentes à História e Cultura Afro-Brasileira serão ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas de Educação Artística e de Literatura e História Brasileiras.

[...]

Art. 79-B. O calendário escolar incluirá o dia 20 de novembro como 'Dia Nacional da Consciência Negra'."

Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.639.htm. Acesso em: 6 out. 2015.

A referida lei representa um avanço não só para a educação nacional, mas também para a sociedade brasileira, porque:

a) legitima o ensino das ciências humanas nas escolas.

b) divulga conhecimentos para a população afro-brasileira.

c) reforça a concepção etnocêntrica sobre a África e sua cultura.

d) garante aos afrodescendentes a igualdade no acesso à educação.

e) impulsiona o reconhecimento da pluralidade étnico-racial do país.

Conexões - História e sociologia

As quitandeiras

Os povos sudaneses, em particular os iorubás, eram agricultores e pastores, mas o comércio tinha enorme peso, com os maiores mercados localizados dentro das grandes cidades. Uma característica fundamental era a rígida divisão sexual do trabalho. Certas atividades eram realizadas exclusivamente por mulheres, como a plantação e comercialização da pimenta. A cultura do inhame era reservada aos homens. O comércio ambulante de alimentos e de outros quitutes era monopólio feminino.

Os povos de língua iorubá foram enviados aos milhares para o tráfico negreiro, e seu modo de vida marcou profundamente a formação da sociedade colonial do Brasil. Também na região congo-angolana, as mulheres eram comerciantes, vendendo seus quitutes nos mercados ou ruas das cidades. Por influência das iorubás e das bantas, nas cidades do Brasil as mulheres negras monopolizaram o comércio ambulante de alimentos, sendo conhecidas como "negras de tabuleiro" ou "quitandeiras".

As mulheres armavam suas tendas ou estiravam panos ou esteiras onde expunham suas mercadorias. Podiam também levar um fogareiro para cozinhar os alimentos na frente do freguês.

LEGENDA: Mercado em Sokoto, Nigéria. Observe as mulheres sentadas vendendo produtos, quase sempre alimentos. Gravura de Eduard Vogel publicada 1860. Biblioteca da Universidade da Virgínia, Charlottesville, Estados Unidos.

FONTE: HERMANN WAGNER. MERCADO EM SOKOTO, NIGÉRIA. 1860.

LEGENDA: Mercado, gravura de Henry Chamberlain representando quitandeiras no centro do Rio de Janeiro em 1822. Museu de Arte de São Paulo, São Paulo (SP).

FONTE: HENRY CHAMBERLAIN. MERCADO. 1822.




Catálogo: editoras -> liepem18 -> OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Oficina de história: volume 1
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Gilberto Cotrim Bacharel e licenciado em História pela Universidade de São Paulo Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie Professor de História e advogado Mirna Fernandes
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Geografia Espaço e identidade Levon Boligian, Andressa Alves 3 Componente curricular Geografia
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do professor
OBRAS%20PNLD%202018%20EM%20EPUB -> Manual do Professor História Global
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas
HISTORIA%20VAINFAS%201%20AO%203º%20ANO%20-%20EDITORA%20SARAIVA -> Ronaldo vainfas


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   182   183   184   185   186   187   188   189   ...   644


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal