Ricky Maior de Todos os Tempos Carmichael, muito prazer! O g. O. A. T. entrou para Hall da Fama do ama em 2013



Baixar 17.58 Kb.
Encontro25.08.2021
Tamanho17.58 Kb.
#17198

Ricky Maior de Todos os Tempos Carmichael, muito prazer!
O G.O.A.T. entrou para Hall da Fama do AMA em 2013
O maior campeão do AMA Motocross e Supercross de todos os tempos, apelidado de G.O.A.T. (significa literalmente cabra em inglês, e no caso de Carmichael é também a sigla para “Maior de Todos os Tempos”), é reconhecido por ter conquistado vitórias com qualquer tipo de equipamento. Foram 150 vitórias como profissional durante a carreira. Confira um pouco mais sobre a história e o legado de “The G.O.A.T.”!
Os números são impressionantes:

- 72 vitórias no AMA MX;

- 48 em eventos principais do AMA Supercross;

- 26 no AMA Motocross Lites;

- 12 em eventos principais do AMA Supercross Lites.
Só isso já seria suficiente para tornar um piloto lendário, mas um fato chama ainda mais atenção. Ricky é o único atleta na história do AMA Motocross a completar uma temporada na categoria mais difícil do esporte sem perder uma única vez. Ele realizou esta façanha inacreditável por três vezes – 2002, 2004 e 2005.
Poucas pessoas, em qualquer meio – seja nos esportes profissionais, nos negócios ou na vida pessoal – alcançaram este título: O Maior de Todos os Tempos. Ricky Carmichael conseguiu.
Em 11 anos como profissional, Carmichael tornou-se o piloto mais dominante da história do AMA Motocross. Eleito Calouro do Ano em 1996, atingiu sua primeira temporada completa em 1997, quando se tornou campeão nas 125cc. Desde então ele conquistou pelo menos um título em cada temporada que competiu, e nunca deixou de defender um título enquanto esteve apto a correr o ano inteiro (uma lesão no joelho tirou ele de parte da temporada de 2004).
No total Carmichael venceu impressionantes 15 campeonatos nacionais no MX e SX, 3 mundiais por equipe no MXoN e um título mundial individual (SX1).
Mais alguns fatos incríveis: Carmichael triunfou por três construtores diferentes – Kawasaki, Honda e Suzuki, respectivamente – e seu domínio atravessa gerações. Ele foi campeão com motores de dois-tempos, com os quais ele aprendeu a pilotar, e também com as motos de corrida de quatro-tempos, nas quais ele precisou trabalhar um pouco mais para desenvolver sua predominância.
Mesmo assim, para Carmichael a indicação para o Hall da Fama do AMA é um grande divisor de águas em termos de carreira e legado. “Definitivamente é especial”, diz. “Quando você pensa nos grandes nomes que correram com motocicletas na história, e em todos os grandes pilotos que correm hoje em dia, é muito legal fazer parte disso tudo”.
Ricky foi eleito o Atleta do Ano pelo AMA Pro Racing cinco vezes: 2001, 2002, 2004, 2005, 2006.
Apesar de ele ser um competidor feroz nas pistas, fora delas era humilde e tranquilo, preferindo que sua pilotagem e resultados falassem por ele. Sua atitude e ética de trabalho conquistavam os fãs, tanto dentro quanto fora dos boxes.
“Tive a felicidade de me cercar de grandes pessoas, tanto na Kawasaki quanto na Honda e na Suzuki”, afirma. “Todos me proporcionaram a chance de me sair bem. A indicação para o Hall da Fama é para estas pessoas. Elas me deram a oportunidade. De verdade, é uma celebração para elas”.
Carmichael coroou sua grande carreira com uma vitória nos X Games e outra vitória com o time americano no Motocross das Nações, em Budds Creek, Maryland. Foi sua última corrida. Depois disso Ricky se aposentou das competições em duas rodas e se aventurou em corridas de carro (estilo Nascar e Stock Car).

Quando foi indicado ao Hall da Fama, em 2013, ele estava dirigindo uma equipe de sucesso no AMA MX e SX, além de ensinar jovens pilotos em sua escola de corrida. Como ele diz, a vida está ótima.


“Gosto de como as coisas estão agora. Posso ter me aposentado das corridas, mas continuo bastante ativo como dono de equipe e representante do esporte em geral. Estou tentando ajudar o esporte a ficar melhor e maior para quem está vindo por aí”, explica.
“Sinto-me bem porque posso fazer as coisas que eu quero fazer, e não as que eu não quero. E essa é uma ótima posição para estar”.

Baixar 17.58 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal