Revista Brasileira de Inteligência e-issn 2595-4717



Baixar 2.33 Mb.
Pdf preview
Página44/83
Encontro02.08.2022
Tamanho2.33 Mb.
#24436
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   83
RBI16verso23062022
O WWMCCS
Apesar da concertação entre EUA e 
URSS para que as duas potências não 
mergulhassem em um conflito de 
proporções apocalípticas, subsistiam 
desconfi anças de que um lado pudesse 
inadvertidamente atacar o outro com 
bombas atômicas. Como estratégia 
de defesa a um ataque do inimigo, os 
EUA dedicaram parte da capacidade 
de seu complexo industrial militar ao 
desenvolvimento de uma rede que fi zesse 
frente às emergências de um ataque 
nuclear externo. Durante a administração 
Kennedy (1961-1963), em pleno período 
de conformação da coexistência pacífi ca 
e ainda vivendo as repercussões das 
crises da guerra fria em que as potências 
nucleares se envolveram diretamente, 
como a crise dos mísseis de 1962, 
desenvolveu-se o chamado Worldwide 
Military Command and Control System 
(WWMCCS), efetivado em 1966.
O projeto, cujo principal articulador foi 
o então secretário de defesa Robert 
McNamara (SCHLOSSER, 2015), no cargo 
entre 1961 e 1968, fazia referência a um 
sistema que, em síntese, deveria integrar 
as Forças Armadas, sob o comando 
do presidente e coordenação entre as 
Forças. Deveria contar com estrutura de 
comunicações entre diversas unidades 
e com o Centro Nacional de Comando 
Militar, designado como instância 
centralizadora de decisões táticas no caso 
de uma guerra nuclear.
Pronunciado em inglês como Wimex, o 
WWMCCS foi defi nido pelo Controlador 
geral do Governo do Estados Unidos, do 
Government Accountability Offi ce (GAO), em 
relatório de 14 de dezembro de 1979, em 
tradução livre, como
(...) um arranjo de pessoal, equipamentos 
(incluindo máquinas e software para 
processamento automatizado de 
dados (ADP)), comunicações, estrutura 
e procedimentos empregados para 
planejamento, direção, coordenação e 
controle de atividades operacionais de 
força militares dos EUA. O WWMCS e 
seu componente prioritário, o Sistema 
Nacional de Comando Militar, são 
elementos essenciais da segurança 
nacional dos EUA. O WWMCS é 
encarregado de prover ao Presidente 
e ao Secretário de Defesa meios 
para: receber informes e informações 


86
Revista Brasileira de Inteligência. Brasília: Abin, nº. 16, dez. 2021
Gustavo Ferreira
de inteligência; aplicar recursos de 
departamentos militares; direcionar os 
comandos unifi cados e específi cos. 
Entendia-se que a unidade deveria ser a 
mais centralizada e efi caz possível, tendo 
o presidente acesso ao disparo de armas 
nucleares, respeitada a compartimentação 
necessária. Ao mesmo tempo, deveria 
permitir alguma descentralização 
que viabilizasse ações de instâncias 
intermediárias de decisão. Dessa forma, 
o WWMCCS teria que garantir segurança, 
rapidez, capilaridade e centralidade ao 
fl uxo de informações. Outra demanda era 
a integração tecnológica, que incluía redes 
de satélites e sensores estáticos e móveis, 
como aeronaves e embarcações. Por fi m, 
o sistema também abarcaria todo um 
protocolo de ação para o instante imediato 
à detecção de ataques nucelares. Faziam 
Baixar 2.33 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   83




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal