Reportagem serra leoa acendem-se as luzes dossier



Baixar 2.04 Mb.
Pdf preview
Página58/86
Encontro30.06.2021
Tamanho2.04 Mb.
1   ...   54   55   56   57   58   59   60   61   ...   86
H.G

I

A

história de Chipre estende-se por muitos séculos, remon-

tando os traços de vida humana ao IX milénio antes de

Cristo. Seis mil anos depois, as populações que aí resi-

diam tinham evoluído até dominar a metalurgia do cobre.

Aliás, a palavra cobre deriva da palavra latina Cuprum, que, por sua

vez, deriva da palavra Cyprium, usada para designar a ilha de Chipre.

Mas a implantação de Chipre opera-se com a chegada, cerca de 1200

anos a.C., dos gregos de Micenas que levaram para a ilha a língua, a

cultura e a técnica. Com altos e baixos, a cultura grega continuará

dominante. 

Tornando-se rapidamente um lugar destacado da cultura grega,

Chipre soube cruzar a herança da universalidade com o húmus de

tantas outras culturas, todas elas ainda presentes no cadinho que con-

stitui este país. Uma outra contribuição importante é a dos fenícios,

que apareceram no século IX antes da nossa era, expulsos pelos

assírios da sua terra, o actual Líbano. Com eles, regista-se um novo

florescimento da cultura nomeadamente com a excelência da cerâmi-

ca e da joalharia fina ainda hoje apreciadas em Chipre. Muitos con-

quistadores se sucederam, desde os assírios no séc. VIII a.C. aos

egípcios no VI. Os persas, chegados em 525 a.C., vão controlar o país

com mão de ferro. E isto até à vitória de Alexandre o Grande em 333

a.C. que fez Chipre entrar oficialmente na sua época helenística até





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   54   55   56   57   58   59   60   61   ...   86


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal