Relatório de Atividades 2016-2017 correção patronos indd



Baixar 0.54 Mb.
Pdf preview
Página42/90
Encontro08.10.2019
Tamanho0.54 Mb.
1   ...   38   39   40   41   42   43   44   45   ...   90
  

1º lugar:

“Utilização da robótica de membros 

superiores em pacientes pós-AVC crônico”;

   2º lugar:

“Aspectos neuropsicológicos de uma 

população de pacientes com amputação 

maior de membros inferiores por etiologia 

vascular”;

   

   3º lugar:

“Estresse infantil e a percepção do suporte 

familiar das crianças pós-operadas 

submetidas à cirurgia ortopédica” e “O uso 

do procedimento de majestro-frost no 

tratamento da rotação interna do quadril 

em pacientes com Paralisia Cerebral” 

(considerado empate entre os dois temas).

Outro importante passo na reabilitação e 

adaptação de pessoas com defi ciência física 

é o projeto de pesquisa “GENOCÃO”, em 

atuação desde 2015, sob responsabilidade 

da pesquisadora Dra. Mayana Zatz, em 

parceria com a USP, e fi nanciado pelo Fundo 

de Interesses Difusos – FID da Secretaria da 

Justiça e da Defesa da Cidadania.

Em 2016, entre outras ações, o projeto se 

dedicou ao treinamento de cães-assistência, 

visando dar mais autonomia às pessoas com 

defi ciência física por meio de cães treinados 

para auxiliá-las em suas atividades diárias. O 

projeto tem previsão de conclusão no início 

de 2018.

32



Crônica. No último ano, foram conduzidos 

mais de 10 estudos clínicos patrocinados sobre 

doenças reumáticas, sob responsabilidade do Dr. 

Morton A. Scheinberg. 

Outros trabalhos relevantes para a área foram 

desenvolvidos nos segmentos de Terapia 

por Contensão Induzida, Laboratório de 

Marcha, Fisioterapia Aquática, Reabilitação de 

Amputados, Treino de Marcha em Suspensão, 

Reabilitação de Crianças com Paralisia Cerebral.

Durante o ano, foram aprovados pelo Comitê 

de Ética e Pesquisa AACD 55 projetos: 10 

para o grupo de “Novos fármacos, vacinas e 

diagnósticos com cooperação estrangeira”, 1 

para “Novos fármacos, vacinas e diagnósticos” 

e 44 que não correspondem a áreas temáticas 

especiais. 

Como destaque, está em andamento o projeto 

de pesquisa de endoprótese, com foco na 

utilização de novas ligas de Nióbio-Titânio e 

Nióbio-Titânio-Zircônio para o desenvolvimento 

de endopróteses ortopédicas, produzidas por 

fusão seletiva a laser. O processo permitirá, 

a partir da tomografia de um paciente, a 

reprodução da peça nas dimensões do corpo 

por meio da impressão 3D, a fim de minimizar 

a necessidade de alterações no produto final e 

oferecer melhor qualidade de vida aos pacientes. 

As novas ligas trazem como benefício a leveza, 

que facilita o uso e o transporte das peças. O 

projeto conta com a parceria do IPT, Instituto 

de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São 

Paulo, e CBMM – Cia Brasileira de Metalurgia e 

Mineração e da Embrapii – Empresa Brasileira de 

Pesquisa e Inovação Industrial. 

Em andamento, aguardando a aprovação de 

órgãos regulatórios, mantém-se o projeto de 

pesquisa “Avaliação do uso da Terapia Celular no 

tratamento do aparelho locomotor”, aprovado 

pelo Comitê de Ética e Pesquisa AACD e 

conduzido pelos pesquisadores Dra. Mayana 

Zatz e Dr. Morton A. Scheinberg. O projeto tem 

o objetivo de beneficiar pacientes com Distrofia 

Muscular e Osteoartrite. Atualmente, segue em 

apreciação pela CONEP (Comissão Nacional de 

Ética em Pesquisa).

Abordando um assunto de relevância mundial, 

foram desenvolvidos diversos trabalhos 

relacionados ao Zika Vírus, pela Unidade de 

Recife, estado que liderou o número de casos 

de Microcefalia em 2016. Entre as pesquisas 

apresentadas para o tema estão as “Alterações 

ortopédicas em pacientes com Microcefalia 

associadas à infecção congênita por Zika 

Vírus”e a “Infecção Congênita do Zika Vírus e 

Artrogripose”.

Outras pesquisas de grande importância para 

a área de Ortopedia e Reabilitação foram 

realizadas durante o ano, como “Os efeitos da 

terapia por contensão induzida modificada 

na funcionalidade e ocupações de indivíduos 

pós-AVC”, a “Avaliação multiprofissional do 

paciente com amputação de membro inferior” e 

“Influência da fisioterapia aquática funcional na 

simetria de sentado para em pé em pacientes 

com hemiparesia pós-acidente vascular 

encefálico”.

A Instituição também conta com o Centro de 

Pesquisa Clínica AACD, que conduz pesquisas 

patrocinadas nas áreas de Imunologia e 

Reumatologia com o propósito de avaliar 

e observar a ação de medicamentos em 

tipos específicos de doenças, como Artrite 

Reumatoide, Eritematoso Sistêmico e Lombalgia 






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   38   39   40   41   42   43   44   45   ...   90


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal