Regional uberaba


Presidente do Conselho Técnico



Baixar 10.63 Mb.
Pdf preview
Página37/309
Encontro13.02.2022
Tamanho10.63 Mb.
#21606
1   ...   33   34   35   36   37   38   39   40   ...   309
Presidente do Conselho Técnico:  Dr. Moacir Medina Coeli

Membros do Conselho Técnico

Dr. Manoel Libânio Teixeira

 

Dr. Pelópidas Fonseca



Secretária

Amélia Lacerda Guaraciaba

Os professores da Faculdade de Direito eram todos advogados de Uberaba, 

relacionados abaixo:

Sebastião Fleury

Moacir Medina Coeli

Pelópidas Fonseca.

Trajano Balduíno

Manoel Libânio Teixeira

Ari Itamar Baeta Neves

José de Sousa Prata

João Vieira de Morais

José Mendonça

Vadi Nassif Miziara

Josaphat Amado Dantas

Os professores da Escola de Farmácia e Odontologia que empregaram 

esforços permitindo o engrandecimento dessa Instituição de Ensino Superior, eram 

médicos, farmacêuticos, dentistas de grande renome em Uberaba.

De acordo com os registros da Escola, os professores que faziam parte do 

Corpo Docente eram:

Álfen Cordeiro da Paixão- Farmacêutico

Álvaro Guaritá - Médico

Antônio de Carvalho - Médico

Antonio Sabino de Freitas Júnior -Médico

Aristóteles Salles- Cirurgião-Dentista

Assis Moreira Júnior- Cirurgião-Dentista

Boulanger Pucci - Médico

Carlos Alberto Quadros -

Carlos Morais - Farmacêutico

Carlos Terra - Médico

Cesário Roxo - Farmacêutico

David Carvalho - Farmacêutico

Didino Napoleão - Médico

Domingos Paraiso Cavalcanti- Medico

Eduardo Palmério - Dentista

Evandro Americano do Brasil - Dentista




60

Francisco Fernandes - Médico

Francisco Mineiro Lacerda - Médico

Gastão Vieira de Souza - Cirurgião-Dentista

Helly Souza Andrade - Médico

Henrique Von Krügger Scheroeder - Farmacêutico

Hermenegildo Miziara 

Inácio de Oliveira Ferreira - Médico

Jeferson Teixeira Alvares 

João Edson do Couto

João Henrique Sampaio Vieira da Silva - Médico

João Modesto Cruvinel - Médico

João Nicolau de Oliveira - Médico

João Primavera Júnior - Cirurgião-Dentista

Jorge A. Frange - Médico

Josafá Amado Dantas - Bacharel em Direito

Josafá Oliveira Dantas - Bacharel em Direito

José Augusto Ferraz - Cirurgião-Dentista

José Oliveira Ferreira - Médico

José Sebastião da Costa - Médico

José Virgílio Mineiro - Médico

Juarés de Souza Lima - Médico

Levi Cerqueira - Bacharel em Direito

Luiz de Paula - Médico

Manoel Libânio Teixeira - Cirurgião-Dentista

Mário Pinheiro 

Moacir Medina Coeli - Advogado

Mozart Felicíssimo - Médico 

Mozart Furtado Nunes - Médico

Norberto de Oliveira Ferreira - Médico

Odilon Fernandes - Cirurgião-Dentista

Olavo Rodrigues da Cunha - Médico

Oldemar da Silva Guimarães

Osvaldo Pinto Coelho - Médico

Oto do Lago Galvão 

Ovídio de Rezende Alvim

Paulo Rosa - Médico

Raymundo Soares de Azevedo-Agrônomo

Romeu de Campos Ferreira Farmacêutico e Dentista

Rui Barbosa Pinheiro - Médico

Santos Gabarra - Médico e Farmacêutico

Sebastião Fleury - Advogado

Sócrates Bandeira - Médico

Victor Mascarenhas - Médico

Victório Guaraciaba - Bacharel em Direito

Waldemar da Costa e Silva

Virgílio Mineiro - Médico

Rui Soares Pinheiro




61

A primeira turma de Cirurgiões Dentista e Farmacêuticos diplomou-se em 

1929 e 1930, respectivamente. 

Os diplomas dos graduados estavam garantidos pelo artigo 313 do Decreto, 

nº 19.852 de 11/04/1931, do Governo Provisório.

Realizou-se sabbado passado, ás 7 horas da noite, no Lyceu 

de Artes e Offícios, a cerimônia da collação de grau aos alumnos da 

Escola de Pharmacia e Odontologia que terminaram os seus respectivos 

cursos.

O acto revestiu-se de grande solennidade e imponência, tendo 

a realçal-o a presença do nosso escol social e de muitas pessoas de alta 

representação dos municípios vizinhos.

Aberta a sessão pelo actual director da E.P.O, Sr.Dr. Assis Moreira 

Junior, que proferiu uma ligeira e vibrante oração, pondo em destaque as 

diffi culdades transpostas para atingir o objectivo que o acto coroava tão 

brilhantemente, foi feita a chamada dos graduandos pela senhorita Amélia 

Lacerda, secretaria da Escola.

Começou pelos estudantes que terminaram o curso de 

Odontologia, passando, em seguida, aos de Pharmacia. A’ medida que o 

alumno prestava o juramento da pragmática e recebia o anel symbolico, 

palmas estrepitosas e rejubilantes ouviam-se como augúrios de victoria e 

sucesso na carreira por elle abraçada.

Terminada a collação de grau, foi dada a palavra ao orador da 

turma sr. Ildefonso Alvim, que subiu á tribuna sob applausos frementes 

da assistência.O talentoso moço, que fez um duplo curso de Pharmacia e 

Odontologia, leu uma peça substanciosa e inspirada onde se patenteavam 

os seus dotes intellectuaes e sua formosa estructura moral. As ultimas 

palavras da sua oração foram cobertas por longas palmas.

Logo após subiu á tribuna o sr. dr. Mozart Furtado Nunes, 

paranympho dos graduandos.

Foi a primeira vez que o joven medico se fez ouvir em 

Uberaba, sua terra natal. Conquistou desde logo, malgrado a sua 

profunda modéstia, a admiração de todos, revelando-se um espírito 

cultíssimo, um elegante manejador da palavra.

O seu discurso, de fundo e forma agradáveis, reforto de idéas 

modernas bem expostas e bem estudadas á luz de uma intelligencia 

ágil, impressionou muito bem. O orador teve disso demonstração nos 

frenéticos applausos recebidos durante longos minutos.

Terminado o discurso do dr. Mozart Furtado, o sr. director 

da Escola de Pharmacia e Odontologia levantou-se para agradecer a 

assistência o seu comparecimento à cerimônia e para, ao mesmo tempo, 

dá-la por terminada..



9



Jornal Lavoura e Comércio 16/12/1929, p. 01



1   ...   33   34   35   36   37   38   39   40   ...   309




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal