Redalyc. O teste de 1rm para prediçÃo da carga no treino de hipertrofia e sua relaçÃo com número máximo de repetiçÕes executadas


Key words : Strength, Hypertrophy, Training.      INTRODUÇÃO



Baixar 74.66 Kb.
Pdf preview
Página5/14
Encontro03.06.2021
Tamanho74.66 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14
Key words

: Strength, Hypertrophy, Training. 

 

 

INTRODUÇÃO 



O treinamento de força vem se destacando e merecendo grande atenção em todo 

planejamento que vise obter um desempenho ótimo no treinamento. O teste de uma 

repetição máxima (1RM) é utilizado como padrão ouro na determinação da força máxima 

dinâmica e utiliza-se valores percentuais da força máxima para determinar as zonas de 

treinamento (FLECK & KRAMER, 2003).  

O teste de 1RM é definido como a quantidade máxima de peso levantado em um esforço 

simples máximo, em que o indivíduo completa todo o movimento que não poderá ser 

repetido uma segunda vez (SILVA et al., 2002). A relação entre percentual de 1RM e 

número de repetições referentes ao mesmo vem sendo bastante discutida em diversos 

estudos, e a maioria deles corroboram que se deve ter muita cautela nas prescrições do 

treinamento baseado apenas no percentual de 1RM do indivíduo, pois diversos fatores 

como tamanho do grupamento muscular, amplitude do movimento, ritmo de execução, 

dentre outros, têm direta interferência na fidedignidade do teste e devem ser 

rigorosamente controlados, para que se possam alcançar escores altos de confiabilidade 

tanto na prescrição quanto na constatação dos níveis de força do indivíduo (HOEGER et 

al., 1987; ACSM, 2003; SIMÃO et al., 2004; CHAGAS et al., 2005). 

Quanto à hipertrofia muscular, que é definida como o aumento da área de secção 

transversa do músculo, normalmente decorre de uma resposta metabólica frente ao 

treinamento de força (ACSM, 2003; UGRINOWITSCH  et al., 2000). Um treinamento de 

força com este objetivo deve levar em consideração alguns fatores, como: o volume que 

normalmente oscila entre 8-12 repetições repetidos por 3 a 4 séries, com o intervalo de 

descanso (ID) que deve durar de 60 a 90 segundos, sendo que a intensidade 

normalmente estudada gira em torno de 80% de 1RM (CHAGAS et al., 2005).  

O componente velocidade de execução tem grande importância na prescrição e controle 

do treinamento, sendo esta velocidade “lenta não intencional”, onde a fase excêntrica 

deve ser controlada e lenta, e a ação concêntrica deva ocorrer lentamente, devido à 

grande resistência oferecida à musculatura pelo peso, e não a intenção do executante 

(BERGER, 1962).  

Ciente da importância de uma normatização, correta, referente ao treinamento de 

hipertrofia e toda problematização que envolve o assunto, o presente estudo tem por 

objetivo descrever os resultados obtidos na coleta de dados referentes ao NMR a 80% 

1RM e sua relação ao percentual predito na literatura para obtenção de hipertrofia 

muscular. 


1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal