RecomendaçÕes imuno hematologia


Transfusão de Componentes Não Eritrocitários



Baixar 210.93 Kb.
Pdf preview
Página32/36
Encontro17.03.2020
Tamanho210.93 Kb.
1   ...   28   29   30   31   32   33   34   35   36
Transfusão de Componentes Não Eritrocitários

Os  componentes  plaquetários  deverão  ser,  sempre  que  possível, 

isogrupais e não deverão conter anticorpos irregulares clinicamente 

significativos.  A  transfusão  de  plasma  ABO  incompatível  é  mais 

perigosa  nas  crianças  do  que  nos  adultos  devido  à  sua  menor 

volémia. Se for necessário transfundir uma unidade de plaquetas que 

contenha plasma incompatível, o plasma deverá ser removido e as 

plaquetas ressuspendidas em salino.

Todos os RN devem receber Plasma Fresco Congelado (PFC) ABO 

compatível e sem anticorpos clinicamente significativos. 

     



54

55

A frequência das reacções transfusionais reduziu-se nos últimos anos 



devido a apertadas normas laboratoriais de qualidade. Actualmente, 

a sua maioria é devida a erro humano na identificação das amostras 

e/ou dos doentes.

Dada a potencial gravidade de algumas reacções transfusionais, evitar 

ocorrências fatais passa sobretudo pela sua prevenção, mas também 

pela sua identificação precoce por parte do médico responsável pelo 

doente,  pelo  estabelecimento  imediato  de  medidas  terapêuticas  e 

pela notificação rápida para o Serviço de Medicina Transfusional.

São  referidas  como  reacções  transfusionais  imuno-hemolíticas 

aquelas que se traduzem pela diminuição da sobrevida dos eritrócitos 

transfundidos,  provocada  por  anticorpo(s)  anti-eritrocitário(s), 

podendo ocorrer durante e/ou após a transfusão.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   28   29   30   31   32   33   34   35   36


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal