R evista 35 paradigmas contemporâneos


Denis Henrique scHmeiscH



Baixar 281.29 Kb.
Pdf preview
Página16/39
Encontro31.07.2021
Tamanho281.29 Kb.
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   39
47

Denis Henrique scHmeiscH 

ArtHur rAmos Do nAscimento

PARADIGMAS CONTEMPORÂNEOS: 

O NAVIO NEGREIRO  

DO SÉCULO XXI

Revista Direito e Liberdade – RDL – ESMARN – v. 17, n. 1, p. 35-68, jan./abr. 2015.

[...]


Por ser verdade, assino a presente declaração (impressão 

digital).

Tucumã, 15.8.97 [...] (CPT, 1999, p. 26-28).

Notadamente, é visível que as ameaças, por vezes, concretizam-se em 

atos de maldade e, como no exemplo, em morte. Não há comida decente, 

moradia decente, quiçá vida decente e dignidade. A dignidade dos escraviza-

dos não existe, como bem menciona Soares (2003, p. 34):

[...] tem-se como exploração de mão-de-obra em tais condi-

ções todos os casos em que a dignidade humana é aviltada, 

notadamente quanto o trabalhador é iludido com promessas 

de bons salários e transportados sem obediência aos requisitos 

legais, ou impedido de sair do local de trabalho pela vigilância 

armada ou preso a dívidas impagáveis contraídas perante o 

empregador, ou, ainda, quando explorado sem atenção aos 

direitos trabalhistas elementares, tais o salário mínimo, jor-

nada de trabalho normal, pagamento de adicionais, repouso 

remunerado e boas condições de higiene, saúde e segurança 

do trabalho.

Notadamente não “s’tamos mais em pleno mar”, não existe mais brilho 

do luar em que “brinca dourada borboleta” (ALVES, 2015); o que existe, na 

verdade, é a ausência de dignidade. Castro Alves bem viu tal realidade e as 

mazelas que esse fato produziu, não obstante ter citado que os trabalhadores 

são atraídos por promessas de uma vida digna de suspiros: “Oh! que doce 

harmonia traz-me a brisa/ Que música suave ao longe soa!/ Meu Deus! como 

é sublime um canto ardente/Pelas vagas sem fim boiando à toa!” (ALVES, 

2015). As palavras do poeta perpassam as promessas que se afundam dentro 

dos sentimentos daqueles que imaginam que suas vidas serão dignas, tanto ao 

deixarem seus lares em busca de emprego quanto do retorno com proventos 

para sua família.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   39


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal