Qualificação dos conselheiros do Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro- saúde da população imigrante e refugiada


Saúde Mental: separamos em duas situações: as pessoas que migram por que apresentam questões de saúde, e se deslocam por vários países e acabam pedindo refúgio



Baixar 4.32 Mb.
Página6/8
Encontro30.06.2021
Tamanho4.32 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8

Saúde Mental: separamos em duas situações: as pessoas que migram por que apresentam questões de saúde, e se deslocam por vários países e acabam pedindo refúgio;

  • Saúde Mental: separamos em duas situações: as pessoas que migram por que apresentam questões de saúde, e se deslocam por vários países e acabam pedindo refúgio;
  • E as pessoas que apresentam algum sofrimento como consequência das situações vividas que geraram a necessidade de deslocamento;
  • Nos dois casos, a falta de rede de apoio social e familiar representam imensas dificuldades para que a pessoa consiga caminhar com seu processo de integração e garantir suas necessidades básicas. Mesmo a adesão ao acompanhamento e o acolhimento institucional representam desafios importantes nestes casos;
  • Por isso é muito importante pensar na atuação interdisciplinar e em rede de parceiros;
  • Importante estar atento aos Novos fluxos e perfis de solicitantes de refúgio, que mudam de forma rápida e inesperada, trazendo também a necessidade de repensar abordagens e ações com a população e as equipes.



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal