Prova de redaçÃo e de linguagens, CÓdigos e suas tecnologias prova de matemática e suas tecnologias leia atentamente as instruçÕes seguintes


Questão 130 O Flamengo começou a partida no ataque, enquanto



Baixar 1.8 Mb.
Pdf preview
Página27/45
Encontro02.08.2022
Tamanho1.8 Mb.
#24434
1   ...   23   24   25   26   27   28   29   30   ...   45
enem-2010-gabarito-2o-dia-rosa
Questão 130
O Flamengo começou a partida no ataqueenquanto
o Botafogo procurava fazer uma forte marcação no 
meio campo e tentar lançamentos para Victor Simões, 
isolado entre os zagueiros rubro-negros. Mesmo com 
mais posse de bola, o time dirigido por Cuca tinha 
JUDQGH GL¿FXOGDGH GH FKHJDU j iUHD DOYLQHJUD por 
causa do bloqueio montado pelo Botafogo na frente 
da sua área.
No entanto, na primeira chance rubro-negra, saiu 
o gol. Após cruzamento da direita de Ibson, a zaga 
alvinegra rebateu a bola de cabeça para o meio da 
área. Kléberson apareceu na jogada e cabeceou por 
cima do goleiro Renan. Ronaldo Angelim apareceu 
nas costas da defesa e empurrou para o fundo da rede 
quase que em cima da linha: Flamengo 1 a 0.
Disponível em: http://momentodofutebol.blogspot.com (adaptado).
O texto, que nar
UDXPDSDUWHGRMRJR¿QDOGR&DPSHRQDWR
Carioca de futebol, realizado em 2009, contém vários 
conectivos, sendo que 
após é conectivo de causa, já que apresenta o motivo 
de a zaga alvinegra ter rebatido a bola de cabeça.
enquanto
 WHP XP VLJQL¿FDGR DOWHUQDWLYR SRUTXH
conecta duas opções possíveis para serem aplicadas 
no jogo.
no entanto
WHPVLJQL¿FDGRGHWHPSRSRUTXHRUGHQD
os fatos observados no jogo em ordem cronológica 
de ocorrência.
mesmo traz ideia de concessão, já que “com 
PDLV SRVVH GH EROD´ WHU GL¿FXOGDGH QmR p DOJR
naturalmente esperado.
por causa de indica consequência, porque as 
tentativas de ataque do Flamengo motivaram o 
Botafogo a fazer um bloqueio.


2010
LC - 2º dia | Caderno 8 - ROSA - Página 18
Questão 131
Após estudar na Europa, Anita Malfatti retornou ao Brasil com uma mostra que abalou a cultura nacional do início do 
século XX. Elogiada por seus mestres na Europa, Anita se considerava pronta para mostrar seu trabalho no Brasil, mas 
enfrentou as duras críticas de Monteiro Lobato. Com a intenção de criar uma arte que valorizasse a cultura brasileira
Anita Malfatti e outros artistas modernistas
buscaram libertar a arte brasileira das normas acadêmicas europeias, valorizando as cores, a originalidade e os 
temas nacionais.
defenderam a liberdade limitada de uso da cor, até então utilizada de forma irrestrita, afetando a criação artística 
nacional.
 UHSUHVHQWDUDPDLGHLDGHTXHDDUWHGHYHULDFRSLDU¿HOPHQWHDQDWXUH]DWHQGRFRPR¿QDOLGDGHDSUiWLFDHGXFDWLYD
 PDQWLYHUDPGHIRUPD¿HODUHDOLGDGHQDV¿JXUDVUHWUDWDGDVGHIHQGHQGRXPDOLEHUGDGHDUWtVWLFDOLJDGDjWUDGLomR
acadêmica.
buscaram a liberdade na composição de
VXDV¿JXUDVUHVSHLWDQGROLPLWHVGHWHPDVDERUGDGRV

Baixar 1.8 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   23   24   25   26   27   28   29   30   ...   45




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal