Prova de redaçÃo e de linguagens, CÓdigos e suas tecnologias prova de matemática e suas tecnologias leia atentamente as instruçÕes seguintes


LC - 2º dia | Caderno 8 - ROSA - Página 14



Baixar 1.8 Mb.
Pdf preview
Página21/45
Encontro02.08.2022
Tamanho1.8 Mb.
#24434
1   ...   17   18   19   20   21   22   23   24   ...   45
enem-2010-gabarito-2o-dia-rosa
2010
LC - 2º dia | Caderno 8 - ROSA - Página 14
Questão 120
Figura 1: Disponível em: http://www.clicrbs.com.br/blog/fotos/235151post_foto.jpg.
Figura 2: Disponível em: http://esporte.hsw.uol.com.br/volei-jogos-olimpicos.htm.
Figura 3: Disponível em: http://www.arel.com.br/eurocup/volei/
Acesso em: 27 abr. 2010.
O voleibol é um dos esportes mais praticados na atualidade. Está presente nas competições esportivas, nos jogos 
HVFRODUHV H QD UHFUHDomR 1HVVH HVSRUWH RV SUDWLFDQWHV XWLOL]DP DOJXQV PRYLPHQWRV HVSHFt¿FRV FRPR VDTXH
PDQFKHWHEORTXHLROHYDQWDPHQWRWRTXHHQWUHRXWURV1DVHTXrQFLDGHLPDJHQVLGHQWL¿FDPVHRVPRYLPHQWRVGH
sacar e colocar a bola em jogo, defender a bola e realizar a cortada como forma de ataque.
arremessar a bola, tocar para passar a bola ao levantador e bloquear como forma de ataque. 
tocar e colocar a bola em jogo, cortar para defender e levantar a bola para atacar.
passar a bola e iniciar a partida, lançar a bola ao levantador e realizar a manchete para defender.
cortar como forma de ataque, passar a bola para defender e bloquear como forma de ataque.
Questão 121
2SUHVLGHQWH/XODDVVLQRXHPGHVHWHPEURGHGHFUHWRVREUHR1RYR$FRUGR2UWRJUi¿FRGD/tQJXD3RUWXJXHVD
$VQRYDVUHJUDVDIHWDPSULQFLSDOPHQWHRXVRGRVDFHQWRVDJXGRHFLUFXQÀH[RGRWUHPDHGRKtIHQ
Longe de um consenso, muita polêmica tem-se levantado em Macau e nos oito países de língua portuguesa: Brasil, 
Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.
&RPSDUDQGRDVGLIHUHQWHVRSLQL}HVVREUHDYDOLGDGHGHVHHVWDEHOHFHURDFRUGRSDUD¿QVGHXQL¿FDomRRDUJXPHQWR
que, em grande parte, foge a essa discussão é 
 ³$$FDGHPLD %UDVLOHLUDGH/HWUDV HQFDUDHVVDDSURYDomRFRPRXPPDUFRKLVWyULFR,QVFUHYHVH¿QDOPHQWHD
/tQJXD3RUWXJXHVDQRUROGDTXHODVTXHFRQVHJXLUDPEHQH¿FLDUVHKiPDLVWHPSRGDXQL¿FDomRGHVHXVLVWHPDGH
grafar, numa demonstração de consciência da política do idioma e de maturidade na defesa, difusão e ilustração 
da língua da Lusofonia.”
SANDRONI, C. Presidente da ABL. Disponível em: http://www.academia.org.br. Acesso em: 10 nov. 2008.
³$FRUGR RUWRJUi¿FR" 1mR REULJDGR 6RX FRQWUD 9LVFHUDOPHQWH FRQWUD )LORVR¿FDPHQWH FRQWUD /LQJXLVWLFDPHQWH
contra. Eu gosto do “c” do “actor” e o “p” de “cepticismo”. Representam um património, uma pegada etimológica 
que faz parte de uma identidade cultural. A pluralidade é um valor que deve ser estudado e respeitado. Aceitar essa 
DEHUUDomRVLJQL¿FDDSHQDVTXHDLUPDQGDGHHQWUH3RUWXJDOHR%UDVLOFRQWLQXDDVHUDLUPDQGDGHGRDWUDVR´
COUTINHO, J. P. Folha de São Paulo. Ilustrada. 28 set.2008, E1 (adaptado).
³+i XP FRQMXQWR GH QHFHVVLGDGHV SROtWLFDV H HFRQ{PLFDV FRP YLVWD j LQWHUQDFLRQDOL]DomR GR SRUWXJXrV FRPR
LGHQWLGDGHHPDUFDHFRQ{PLFD´³eSRVVtYHOTXHR )HUQDQGR 3HVVRDFRPRSURGXWRGHH[SRUWDomRYDOKDPDLVGR
TXHD37 3RUWXJDO7HOHFRP 7HPXPYDORUHFRQ{PLFR~QLFR´
RIBEIRO, J. A. P. Ministro da Cultura de Portugal. Disponível em: http://ultimahora.publico.clix.pt. Acesso em: 10 nov. 2008.
³eXPDFWRFtYLFREDWHUPRQRVFRQWUDR$FRUGR2UWRJUi¿FR´³2DFRUGRQmROHYDDXQLGDGHQHQKXPD´³1mRVH
pode aplicar na ordem interna um instrumento que não está aceito internacionalmente” e nem assegura “a defesa 
da língua como património, como prevê a Constituição nos artigos 9º e 68º.” 
MOURA, V. G. Escritor e eurodeputado. Disponível em: www.mundoportugues.org. Acesso em: 10 nov. 2008.
“Se é para ter uma lusofonia, o conceito [unificação da língua] deve ser mais abrangente e temos de estar 
em paridade. Unidade não significa que temos que andar todos ao mesmo passo. Não é necessário que nos 
tornemos homogéneos. Até porque o que enriquece a língua portuguesa são as diversas literaturas e formas 
de utilização.”
RODRIGUES, M. H. Presidente do Instituto Português do Oriente, sediado em Macau. Disponível em: http://taichungpou.blogspot.com. Acesso em: 10 nov. 2008 (adaptado).



Baixar 1.8 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   17   18   19   20   21   22   23   24   ...   45




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal