Protocolos de Suporte Avançado de Vida


  Avaliar sinais vitais. 3



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página65/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   61   62   63   64   65   66   67   68   ...   657
2.

  Avaliar sinais vitais.



3.

  Instalar acesso venoso periférico.



4.

  Realizar abordagem medicamentosa:

• 

se PAS >90mmHg,  administrar Dimitrato de Isossorbida 5 mg SL, a cada 5 a 10 min; 



• 

se PAS >90mmHg,  administrar Sulfato de Morfi na: 2 mg IV (infusão lenta, em 3 min), podendo ser 

repetida a cada 5 min, máximo de 20 mg, monitorizando a FC, PAS e nível de consciência; e

• 

administrar Furosemida: 40 a 80 mg ( 1 mg/kg), IV , dose máxima 200 mg.



5.

  Realizar avaliação secundária com ênfase para:

• 

monitorar oximetria de pulso, PAS, FC; e



• 

realizar monitorização cardíaca.



6.

  Realizar contato com a Regulação Médica para defi nição de encaminhamento e/ou da unidade de 

saúde de destino. 

• 

Considerar os 3 “S” (Protocolos PE1, PE2, PE3).



• 

A correção da hipoxemia promove melhora no quadro hemodinâmico. 

• 

Deve ser evitada a administração de Sulfato de Morfi na se houver suspeita de hemorragia intracraniana



asma, pneumonia crônica ou se o paciente estiver inconsciente. Essa droga está contraindicada se PA 

sistólica < 90mmHg. 

• 

A taquiarritmia pode ser o fator desencadeante do EAP e deve ser tratada (Protocolo AC14).



• 

Manter cautela no uso da furosemida na presença de PAS<90 mmHg.

Observações:

SAMU_AC_avancado.indd   47

06/05/2015   00:11:26



SAMU_AC_avancado.indd   48

06/05/2015   00:11:26



1   ...   61   62   63   64   65   66   67   68   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal