Protocolos de Suporte Avançado de Vida



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página640/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   636   637   638   639   640   641   642   643   ...   657
Protocolo Samu 192

Protocolos de Aeromédico

SUPORTE AVANÇADO DE VIDA

Este protocolo foi pautado nas mais recentes evidências científi cas disponíveis. 

Adaptações  são  permitidas  de  acordo  com  as  particularidades  dos  serviços.                 

 

Elaboração: Janeiro/2016



1/2

AERO 3 – Preparo da missão aeromédica

AERO 3 – Preparo da missão aeromédica

Quando suspeitar ou critérios de inclusão

Nos casos de acionamento de missão aeromédica. 

Conduta


1. 

NO ACIONAMENTO PRÉ-HOSPITALAR 

• 

Considerar natureza da ocorrência e número de vítimas;



• 

Confi rmar endereço e referências visuais que sirvam de orientação para a tripulação da aeronave e/ou 

coordenadas geográfi cas;

• 

Verifi car, com a unidade de saúde de origem, possíveis locais de pouso;



• 

Verifi car previamente a necessidade de equipes especializadas de apoio (bombeiros, polícia, etc.); 

• 

Confi rmar a existência de apoio terrestre, quando ele for necessário (tanto na unidade de origem quanto 



na de destino).

2. 

NO ACIONAMENTO INTER-HOSPITALAR

• 

Confi rmar endereço e referências visuais que sirvam de orientação para a tripulação da aeronave e/ou 



coordenadas geográfi cas;

• 

Verifi car, com a unidade de origem, possíveis locais de pouso;



• 

Confi rmar nome do médico responsável da unidade de origem;

• 

Confi rmar se as informações de preparo do paciente para transporte aeromédico foram passadas pela 



Central de Regulação ao hospital de origem;

• 

Confi rmar a solicitação do relatório médico (prescrição e últimos exames);



• 

Confi rmar a existência de apoio terrestre, quando ele for necessário (tanto na unidade de origem quanto 

na de destino);

• 

Confi rmar a existência da vaga adequada e médico responsável pelo recebimento do paciente;



• 

Receber as informações completas do quadro do paciente a ser transportado.



3. 

NO PREPARO DA AERONAVE

• 

Solicitar confi guração aeromédica adequada à característica da missão, na hipótese de uso compartilhado 



da aeronave;

• 

Um membro da equipe aeromédica deverá verifi car a instalação e funcionamento dos equipamentos e 



gases medicinais.

4. 

NO PREPARO PARA EMBARQUE E DESEMBARQUE 

• 

Considerar o Protocolo Aero 5;



• 

Executar o procedimento com calma, de forma planejada e coordenada por um membro da equipe 

aeromédica;

• 

Um membro da equipe aeromédica deverá fazer a checagem da imobilização, pontos de sangramento, 



curativos, sondas e drenos, acessos venosos e fi xação de cânulas, visando a segurança operacional;

• 

Guardar de forma adequada os documentos e objetos pessoais do paciente, que deverão ser entregues na 



unidade de destino;

• 

Verifi car a fi xação do paciente na aeronave, bem como a sua monitorização.



5. 

EQUIPAMENTOS MÉDICOS

• 

Verifi car a sua presença, funcionamento e fi xação em todas as etapas do voo;



• 

Verifi car a sua conexão à fonte de energia;

• 

Verifi car a disponibilidade da bateria reserva e seu nível de energia.



AERO 

3

SAMU_avancado_Aero.indd   5



08/06/2016   07:57:00

1   ...   636   637   638   639   640   641   642   643   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal