Protocolos de Suporte Avançado de Vida



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página49/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   45   46   47   48   49   50   51   52   ...   657
Protocolo Samu 192

Emergências Clínicas

SUPORTE AVANÇADO DE VIDA

• 

Se a dor isquêmica não for aliviada pelo nitrato, administrar Sulfato de morfi na de 2 a 4 mg IV 



(diluída em 9 mL de AD) e repetir a cada 5 a 10 minutos até seu alívio, observando a possibilidade de 

depressão respiratória. Na eventualidade de hipotensão severa (<90mm/Hg) e/ou bradicardia (FC<50 

bpm), considerar o uso de Atropina na dose de 0,5 mg a 1,5 mg. 

8.

  Realizar contato com a Regulação Médica para defi nição do encaminhamento e/ou da unidade de 

saúde de destino.

• 

Considerar os 3 “S”(Protocolos PE1, PE2, PE3).



• 

Estar preparado para realizar RCP e desfi brilação, se necessário. 

• 

Se o ECG inicial não for diagnóstico  , outro ECG deve ser realizado após 5 a 10min, sem que exista 



atraso para a decisão de encaminhamento.

• 

Após ECG de 12 derivações, avaliar se o paciente preenche os critérios para fi brinólise e, em caso 



positivo, informar a Regulação Médica para defi nição do encaminhamento necessário. 

• 

Cuidado com quadros atípicos: idosos e diabéticos podem apresentar SCA apenas com desconforto 



gastrintestinal, dispneia, tontura, estado confusional, síncope e sinais de AVE (acidente vascular 

encefálico).

• 

Clopidogrel: para os candidatos a angioplastia primária a dose deverá ser de 600 mg.



• 

Causas de dor torácica não traumática:

• 

Cardíaca:



 

Isquêmica: angina estável, angina instável, infarto agudo do miocárdio; e



 

Não Isquêmica: dissecção de aorta, pericardite, valvular.



• 

Não Cardíaca:

 



Gastroesofagiana: refl uxo gastroesofágico, espasmo esofagiano, úlcera péptica; e



 

Não Gastroesofagiana: pneumotórax, embolia pulmonar, músculo-esquelética, embolia pulmonar, 



psico-emocional, etc.

• 

Considerar critérios de inclusão para fi brinólise (pré-hospitalar, se disponível).



• 

Para reduzir o estresse do transporte: velocidade moderada, evitar o uso de sirenes - se possível, orientar 

o paciente sobre seu quadro.

Observações:



2/2

AC17 - Dor torácica não traumática: SCA – Síndrome Coronariana Aguda

Este protocolo foi pautado nas mais recentes evidências científi cas disponíveis. 

Adaptações  são  permitidas  de  acordo  com  as  particularidades  dos  serviços.                 

 

Elaboração: Agosto/2014 



Revisão: Abril/2015

AC17


AC17 - Dor torácica não traumática: SCA – Síndrome Coronariana Aguda

SAMU_AC_avancado.indd   34

06/05/2015   00:11:22


1   ...   45   46   47   48   49   50   51   52   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal