Protocolos de Suporte Avançado de Vida


  Instalar acesso venoso periférico. 4



Baixar 12.97 Mb.
Pdf preview
Página484/657
Encontro06.05.2021
Tamanho12.97 Mb.
1   ...   480   481   482   483   484   485   486   487   ...   657
3. 

Instalar acesso venoso periférico.



4. 

Realizar abordagem medicamentosa:

• 

Oferecer oxigênio (O



2

) suplementar sob máscara não reinalante, se saturação de O

2

 < 94%;


• 

Deve ser iniciado o uso de medicamentos apenas nas crises com duração superior a 5 minutos; 

• 

Na crise com duração superior a 5 minutos, administrar diazepam: 



• 

Dose por via intravenosa (IV)/intraóssea (IO): 0,3 a 0,5 mg/kg/dose (0,06 a 0,1 mL/kg/dose), 

máximo de 10 mg/dose; não exceder velocidade de infusão de 1 mg/kg/min;

• 

Dose por via retal (se acesso vascular não obtido): 0,5 a 1 mg/kg/dose (0,1 a 0,2 mL/kg/dose), 



máximo de 10 mg/dose;

• 

Interromper a administração se cessar a crise



• 

Repetir por duas vezes, intervalos de 5 a 15 minutos, se necessário;

• 

Início de ação: 1 a 3 minutos (via retal: 2 a 6 minutos);



• 

Apresentação: uma ampola = 2 mL = 10 mg (0,1 mL = 0,5 mg).

• 

2ª escolha: midazolam. Dependendo da via de administração: 



• 

IV/IO: 0,15 a 0,3 mg/kg/dose (0,03 a 0,06 mL/kg/dose), máximo de 5 mg/dose; 

• 

Intramuscular (IM): 0,2 mg/kg/dose (0,04 mL/kg/dose), máximo de 5 mg/dose, se acesso venoso 



não obtido;

• 

Intranasal: 0,3 mg/kg/dose (0,06 mL/kg/dose), máximo de 7,5 mg/dose; usar metade em cada 



narina (aumenta a superfície de absorção) e usar a apresentação mais concentrada disponível (5 mg/

mL);


• 

Repetir por duas vezes se necessário;

• 

Apresentação: uma ampola = 3 mL = 15 mg (1 mL = 5 mg). 



1/3

APed22 – Crise Convulsiva

SAMU_avancado_APPed.indd   51

08/06/2016   08:02:40



1   ...   480   481   482   483   484   485   486   487   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal