Protocolos de Suporte Avançado de Vida



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página319/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   315   316   317   318   319   320   321   322   ...   657
Protocolo Samu 192

Protocolos Especiais

SUPORTE AVANÇADO DE VIDA

Este protocolo foi pautado nas mais recentes evidências científi cas disponíveis. 

Adaptações  são  permitidas  de  acordo  com  as  particularidades  dos  serviços.                 

 

Elaboração: Novembro/2015



Revisão: Novembro/2015

2/2

PE8 – Procedimentos iniciais em caso de acidentes com a ambulância

PE8

PE8 – Procedimentos iniciais em caso de acidentes com a ambulância



3. 

Realizar o atendimento à(s) vítima(s), considerando os protocolos indicados;



4. 

Realizar avaliação e/ou atendimento do paciente embarcado (se houver);



5. 

Assim que possível, informar a Regulação Médica sobre:

• 

Vítimas já em atendimento e suas condições



• 

Chegada de equipes de apoio

• 

Chegada de equipes especializadas (policiamento e outras)



• 

Possibilidade de prosseguimento ou não para o destino: 

• 

Na impossibilidade de prosseguimento, aguardar apoio no local. Na presença de vítima embarcada, 



garantir suporte à vida até a chegada de outra ambulância para o transporte;

• 

Na possibilidade de prosseguimento, aguardar autorização da Regulação Médica para prosseguir 



para o destino previamente estabelecido ou informado;

6. 

Considerar orientação da Regulação Médica sobre o momento oportuno para a realização do Boletim 

de Ocorrência.

Considerando a equipe do SAMU fi sicamente inapta para as ações:

Se possível:

• 

Entrar em contato com a Regulação Médica e informar sobre a ocorrência de acidente com vítimas entre 



os profi ssionais da equipe e aguardar apoio; ou

• 

Solicitar a um cidadão que entre em contato com o 192 e informe a ocorrência com a equipe da 



ambulância.

Observações:

• 

Caso o acidente tenha ocorrido durante deslocamento para atendimento, é importante identifi car esse fato 



para a Regulação Médica, a fi m de permitir o direcionamento de outra equipe para esse atendimento.

• 

Cabe à Regulação Médica a tomada de decisão e acionamento dos recursos adicionais ou 



especializados para fazer frente às necessidades no local do acidente, incluindo guinchamento e 

providências legais.

• 

Na avaliação da possibilidade de prosseguimento com a ambulância mesmo após a ocorrência de 



acidente, devem ser considerados: as condições gerais de segurança, a capacidade de movimentação do 

veículo e os riscos para agravamento dos danos. 

• 

Cabe à Regulação Médica decidir se a ambulância, estando em condições de prosseguir mesmo após se 



envolver em acidente, deverá sair da cena do acidente para socorrer vítima em estado grave. Exemplo: 

vítima de atropelamento pela ambulância.

• 

Os serviços devem estabelecer rotinas adicionais para apoio aos profi ssionais em caso de acidentes com 



as ambulâncias, bem como em relação à confecção do boletim de ocorrência. 

• 

Sugere-se o registro sistemático, acompanhamento e avaliação dos acidentes envolvendo ambulâncias, 



a fi m de compreender e atuar sobre fatores que possam estar associados à sua ocorrência por meio de 

ações educativas e de gestão.

SAMU_avancado_PE.indd   14

08/06/2016   08:06:33



1   ...   315   316   317   318   319   320   321   322   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal