Protocolos de Suporte Avançado de Vida



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página305/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   301   302   303   304   305   306   307   308   ...   657
Protocolo Samu 192

Protocolos Especiais

SUPORTE AVANÇADO DE VIDA

Este protocolo foi pautado nas mais recentes evidências científi cas disponíveis. 

Adaptações  são  permitidas  de  acordo  com  as  particularidades  dos  serviços.                 

 

Elaboração: Novembro/2015



Revisão: Novembro/2015

2/4

PE4 – Atribuições e responsabilidades da equipe do SAMU

PE4

Obs.: Nada deve atrasar o início do deslocamento. Outras informações podem ser transmitidas durante o 



trajeto: horário e origem da solicitação, detalhes sobre o evento, informações do solicitante, serviços na cena 

do atendimento, e outras informações disponíveis e de interesse para o atendimento e segurança da equipe;

• 

Notifi car a Central de Regulação a cada fase do deslocamento: início do deslocamento para ocorrência, 



chegada na ocorrência/cena, saída da cena, chegada ao hospital, saída do hospital e disponibilidade 

para nova ocorrência;

• 

Durante o atendimento, utilizar estratégias de comunicação em alça fechada com a equipe;



• 

Informar o médico regulador sobre as condições do paciente, conforme protocolo de sistematização da 

passagem do caso para a regulação médica (Protocolo PE22).

5. 

Durante o deslocamento até o local da ocorrência

• 

Iniciar o deslocamento imediatamente após a recepção da solicitação;



• 

Auxiliar, se necessário, no estabelecimento da melhor e mais segura rota para o local da ocorrência;

• 

Zelar pelo respeito às regras de condução e estacionamento de veículos de emergência, conforme 



Protocolos PE6 e PE7 e Código de Trânsito Brasileiro.

6. 

Na cena do atendimento

• 

Garantir sua segurança e a da equipe, além dos circundantes e da vítima (Protocolo 3 “S”);



• 

Utilizar equipamento de proteção individual (EPI) em todo atendimento;

• 

Realizar avaliação primária e secundária da vítima e proceder às intervenções necessárias, previstas em 



protocolos específi cos para a modalidade e categoria profi ssional, dentro dos limites ético-profi ssionais;

• 

Entrar em contato com a Regulação Médica para:



• 

SAV: decisão sobre a unidade de saúde de destino e/ou sobre qualquer outra situação atípica;

• 

SBV: defi nição das intervenções e ações adicionais previstas em protocolo e para a defi nição sobre o 



hospital de destino ou qualquer outra situação atípica.

7. 

Na comunicação com paciente e familiares

• 

Identifi car-se sempre;



• 

Buscar a identifi cação do paciente, familiar, responsável legal ou solicitante e chamá-los pelo nome;

• 

Comunicar todas as ações que serão realizadas;



• 

Utilizar expressões simples, evitando termos técnicos e informações desnecessárias;

• 

Apoiar, orientar e acalmar paciente e familiares;



• 

Manter atenção à comunicação verbal e não-verbal durante todo o atendimento;

• 

Atentar para existência de condições especiais na comunicação: linguagem estrangeira, portadores de 



defi ciências e outras.

PE4 – Atribuições e responsabilidades da equipe do SAMU

SAMU_avancado_PE.indd   2

08/06/2016   08:06:31



1   ...   301   302   303   304   305   306   307   308   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal