Protocolos de Suporte Avançado de Vida



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página302/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   298   299   300   301   302   303   304   305   ...   657
Protocolo Samu 192

Protocolos Especiais

SUPORTE AVANÇADO DE VIDA

2/3

PE3 - Práticas para a segurança do paciente

Este protocolo foi pautado nas mais recentes evidências científi cas disponíveis. 

Adaptações  são  permitidas  de  acordo  com  as  particularidades  dos  serviços.                 

 

Elaboração: Agosto/2014 



Revisão: Outubro/2014

PE3


PE3 - Práticas para a segurança do paciente 

6. 

Práticas para promoção do envolvimento do paciente com sua própria segurança

• 

Incentivar e valorizar a presença do acompanhante.



• 

Utilizar linguagem compreensível para comunicação com o paciente.

• 

Comunicar ao paciente e/ou familiares todos os procedimentos e encaminhamentos a serem realizados.



7. 

Práticas para a comunicação efetiva

• 

Utilizar recursos de comunicação em alça fechada durante o atendimento.



• 

Realizar a passagem sistematizada do quadro do paciente durante a transição do cuidado do paciente 

para a unidade de destino.

• 

Preencher adequadamente a fi cha/boletim de atendimento e entregar uma cópia para a unidade de 



destino.

• 

Registrar o nome do profi ssional que recebeu o paciente na unidade de destino.



• 

Escrever em letra legível.



8. 

Prevenção de queda e acidentes

• 

Na cena, aproximar ao máximo a maca retrátil do local onde está o paciente para evitar



deslocamento longo na prancha.

• 

Na prancha longa, fi xar o paciente com, no mínimo, 3 cintos de segurança (3 pontos diferentes).



• 

Na maca, realizar a fi xação do paciente com os cintos de segurança.

• 

Transportar pacientes agitados, contidos fi sicamente ou com alto risco para queda sempre com a maca 



rebaixada.

• 

Anotar na fi cha/boletim se há risco para queda.



• 

Transporte de crianças com < de 6 meses:

• 

sempre no colo do responsável e na ausência deste, no colo do profi ssional de saúde, exceto 



se houver indicação de uso de incubadora de transporte. Os adultos devem estar com os cintos 

devidamente afi velados. O profi ssional de enfermagem deve permanecer próximo para manter 

atenção sobre o paciente e zelar pela segurança.

• 

Transporte de crianças acima de 6 meses:



• 

na maca, acompanhadas do responsável. Se essa atitude provocar ansiedade nas crianças menores, 

elas poderão ser transportadas no colo pelo responsável ou pelo profi ssional de enfermagem. Todos 

deverão estar com os cintos de segurança afi velados. O profi ssional de enfermagem deve permanecer 

próximo para manter atenção sobre o paciente e zelar pela segurança.

• 

Seguir as regras de condução de veículos de emergência.



9. 

Prevenção de úlcera por pressão

• 

Na prancha longa, utilizar coxins nos pontos mais suscetíveis à pressão.



• 

No transporte prolongado, se possível, promover a mudança de decúbito e utilizar coxins ou proteção nas 

áreas corpóreas de risco.

10. 

Segurança na utilização de tecnologia

• 

Manter habilidades no uso dos equipamentos da ambulância.



• 

Atentar para a condição das baterias recarregáveis.

• 

Assegurar boa fi xação/guarda dos equipamentos e materiais dentro da AM. 



• 

Comunicar à chefi a qualquer problema relacionado ao uso dos equipamentos e materiais.

SAMU_PE_Avancado.indd   6

30/04/2015   12:54:13



1   ...   298   299   300   301   302   303   304   305   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal