Protocolos de Suporte Avançado de Vida


  Desfi brilar: choque único na potência máxima do aparelho (360 J no monofásico e 200 J no bifásico). 3



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página29/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   25   26   27   28   29   30   31   32   ...   657
2. 

Desfi brilar: choque único na potência máxima do aparelho (360 J no monofásico e 200 J no bifásico).



3. 

Reiniciar imediatamente a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) após o choque, começando por 30 

compressões torácicas de boa qualidade seguidas de duas insufl ações, por cinco ciclos ou 2 minutos.

4. 

Realizar simultaneamente acesso venoso [endovenoso(EV)/intraósseo (IO)].



5. 

Administrar epinefrina: 1 mg intravenoso (IV)/IO em bolus seguido de 20 mL de solução salina 0,9% e 

elevação do membro (repetir a cada 3 a 5 minutos).

6. 

Após 2 minutos ou cinco ciclos de compressões e insufl ações, checar novamente o ritmo. Se persistir a 

FV/TVSP, reinicie desde o item 1.

7. 

Administrar antiarrítmico:

• 

Preferência para amiodarona 300 mg EV (1ª dose) em bolus, seguido de bolus de 20 mL de solução salina a 



0,9% e elevação do membro. Pode ser repetida após 3 a 5 minutos na dose de 150 mg (2ª dose);

• 

Se amiodarona não disponível, administrar lidocaína: 1 a 1,5 mg/kg IV/IO (pode ser repetida após 5 a 



10 minutos na dose de 0,5 a 0,75 mg/kg); e

• 

No caso de PCR secundária a hipomagnesemia ou taquicardia ventricular polimórfi ca (Torsades de 



Pointes), administrar sulfato de magnésio: 1 a 2 g IV/IO diluído em 10 a 20 mL de glicose a 5%.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   25   26   27   28   29   30   31   32   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal