Protocolos de Suporte Avançado de Vida



Baixar 12.97 Mb.
Pdf preview
Página254/657
Encontro06.05.2021
Tamanho12.97 Mb.
1   ...   250   251   252   253   254   255   256   257   ...   657
Protocolo Samu 192

Protocolos de Procedimentos

SUPORTE AVANÇADO DE VIDA

Este protocolo foi pautado nas mais recentes evidências científi cas disponíveis. 

Adaptações  são  permitidas  de  acordo  com  as  particularidades  dos  serviços.                 

 

Elaboração: Janeiro/2016



AP28

AP28 – Escala pré-hospitalar para AVC de Cincinnati



1/1

AP28 – Escala pré-hospitalar para AVC de Cincinnati

Indicação 

Em todas as situações de suspeita clínica de acidente vascular cerebral (AVC), tais como:



1. 

Sinais de alerta de AVC isquêmico: 

• 

Início súbito de défi cits neurológicos focais: plegia ou paresia facial súbita (desvio da rima labial e 



alteração da expressão facial); plegia ou paresia em membros superiores (MMSS), membros inferiores 

(MMII) ou em dimidio; parestesia ou hipoestesia em face, MMSS ou MMII

• 

Disfasia ou afasia súbita



• 

Distúrbio visual súbito, uni ou bilateral

• 

Alteração da marcha, coordenação e equilíbrio



• 

Perda súbita de memória

• 

Vertigem, síncope ou convulsão



• 

Cefaleia de causa desconhecida



2. 

AVC hemorrágico: Geralmente sem sinais de alerta, suspeitar quando presentes:

• 

Cefaleia súbita e intensa, sem causa conhecida 



• 

Náuseas e vômitos 

• 

Diplopia 



• 

Alteração do nível de consciência (de confusão mental a irresponsividade)

Material e equipamento

• 

Equipamento de proteção individual obrigatório



Procedimentos

1. 

Aplicar a Escala de Cincinnati – avaliação rápida de três parâmetros:

PARÂMETROS

COMO TESTAR

COMO AVALIAR

NORMAL


ALTERADO

Presença de 

plegia, paresia ou  

assimetria facial súbita

Pedir ao paciente para  sorrir ou mostrar 

os  dentes

Movimentação 

simétrica da face

Movimentação assimétrica 

da face


Presença de 

debilidade dos MMSS

Pede-se ao paciente para fechar os 

olhos e elevar os MMSS, mantendo-os 

na posição por 10 segundos.

Ambos os membros 

são sustentados 

igualmente

Ausência de movimento 

ou extensão parcial de um 

membro

Presença de 



alteração da fala

Pede-se ao paciente para dizer uma frase. 

Sugestão: “O rato roeu a  roupa do rei 

de Roma”


Fala correta, com 

pronúncia clara

Fala incompreensível ou 

inadequada, ou o paciente 

é incapaz de falar

Observações:

• 

Diante da suspeita de AVC, realizar avaliação primária (Protocolo AC1) e avaliação secundária (Protocolo AC2). 



• 

Medidas básicas de suporte devem ser implementadas conforme protocolo AC21.

• 

Existem muitas sugestões de frase para avaliação da presença de alterações da fala. O Manual de Rotinas 



para Atenção ao AVC do Ministério da Saúde sugere a frase “O Brasil é o país do futebol”. 

• 

Diagnósticos diferenciais relevantes: crises convulsivas (não relacionadas com AVC agudo), tumores e 



infecções do sistema nervoso central, trauma cranioencefálico, enxaqueca (formas complexas), distúrbios 

metabólicos (hipoglicemia), intoxicações exógenas, esclerose múltipla e outras doenças desmielinizantes, 

labirintopatias e síncopes, efeitos adversos de medicações, uso de drogas ilícitas, encefalopatia 

hipertensiva, paralisia de nervos periféricos e distúrbios psicossomáticos.

SAMU_avancado_AP.indd   45

08/06/2016   08:07:52




SAMU_avancado_AP.indd   46

08/06/2016   08:07:52



1   ...   250   251   252   253   254   255   256   257   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal