Protocolos de Suporte Avançado de Vida



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página20/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   16   17   18   19   20   21   22   23   ...   657
SUPORTE AVANÇADO DE VIDA

Protocolo Samu 192

Emergências Clínicas

Quando suspeitar ou critérios de inclusão 

Em toda abordagem de pacientes com agravo clínico, após a realização da Avaliação Primária e das 

intervenções específi cas.

Conduta

1.

 Realizar entrevista SAMPLA (com o paciente, familiares ou terceiros):

• 

Nome e idade;



• 

Queixa principal;

• 

S:

 verifi cação dos sinais vitais:



• 

Respiração (frequência, ritmo e amplitude);

• 

Pulso (frequência, ritmo e amplitude);



• 

Pressão arterial; e

• 

Pele (temperatura, cor, turgor e umidade).



• 

A: 


história de alergias;

• 

M:



 medicamentos em uso e/ou tratamentos em curso;

• 

P:



 passado médico – problemas de saúde ou doença prévia;

• 

L:



 horário da última ingestão de líquidos ou alimentos; e

• 

A:



 ambiente do evento.

2.

 Realizar avaliação complementar:

• 

Monitorar a oximetria de pulso, se disponível; e



• 

Avaliar glicemia capilar, se disponível.



3.

 Realizar o exame da cabeça aos pés:

Cabeça e face:

• 

Inspecionar e palpar o couro cabeludo, orelhas, ossos da face, olhos, pupilas (verifi car diâmetro, reação 



à luz e simetria pupilar), nariz, boca; e

• 

Observar alterações na coloração e temperatura da pele.



Pescoço:

• 

Avaliar região anterior e posterior; e



• 

Avaliar, em especial, se há distensão das veias jugulares e/ou desvio de traqueia.

Tórax:

• 

Observar, em especial, se há uso de musculatura acessória, tiragem intercostal e de fúrcula, movimentos 



assimétricos, presença de ruídos adventícios e alteração da ausculta de murmúrios vesiculares.

Abdome:


• 

Observar dor ao rechaço e/ou abdome distendido, abdome em tábua, presença de visceromegalias.

Pelve:

• 

Observar formato da região, realizar palpação das cristas ilíacas na busca de dor e potencial 



instabilidade (pacientes com agravo clínico súbito podem sofrer quedas associadamente), realizando os 

dois testes de pressão bilateral (látero-medial e ântero-posterior); e

• 

  sangramentos, principalmente através de orifícios naturais.



Membros superiores:

AC2 - Avaliação secundária do paciente (agravo clínico)

AC2

1/2

AC2 - Avaliação secundária do paciente (agravo clínico)

Este protocolo foi pautado nas mais recentes evidências científi cas disponíveis. 

Adaptações  são  permitidas  de  acordo  com  as  particularidades  dos  serviços.                 

 

Elaboração: Agosto/2014 



Revisão: Março/2015

SAMU_AC_avancado.indd   3

06/05/2015   00:11:15


1   ...   16   17   18   19   20   21   22   23   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal