Protocolos de Suporte Avançado de Vida


  Fixar o tubo com a opção disponível no serviço;  15



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página195/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   191   192   193   194   195   196   197   198   ...   657
14. 

Fixar o tubo com a opção disponível no serviço; 



15. 

Registrar o procedimento na fi cha/boletim de atendimento, bem como o tipo de dispositivo utilizado.

Observações 

• 

A checagem diária dos materiais e equipamentos no início do plantão é de responsabilidade da equipe 



(PE4).

• 

Avaliar sinais de via aérea difícil: boca pequena ou com abertura limitada, incisivos proeminentes, 



macroglossia, pescoço curto ou com diminuição da mobilidade, mandíbula recuada (micrognatia) e 

obesidade mórbida.

• 

Pode ser realizada a intubação face a face se a posição da vitima não for favorável para a intubação 



orotraqueal tradicional.

• 

Em caso de trauma, manter o pescoço em posição neutra, com estabilização da coluna cervical durante a 



intubação. Garantida essa condição, o colar cervical pode ser retirado para a intubação e recolocado em 

seguida.


• 

Não tente a intubação sem visualizar a fenda vocal.

• 

Cada tentativa de intubação deve durar até 20 segundos. A ventilação nunca deve ser interrompida por 



mais de 30 segundos.

• 

Em caso de insucesso da intubação, reoxigenar a vítima com bolsa-valva-máscara; em caso de insucesso 



repetido, escolher outra técnica para a obtenção de via aérea defi nitiva. 

• 

Utilizar Sequência Rápida de Intubação, sempre que possível (Protocolo AP9).



Observações 

• 

A checagem diária dos materiais e equipamentos no início do plantão é de responsabilidade da equipe 



(PE4).

• 

Avaliar sinais de via aérea difícil: boca pequena ou com abertura limitada, incisivos proeminentes, 



macroglossia, pescoço curto ou com diminuição da mobilidade, mandíbula recuada (micrognatia) e 

obesidade mórbida.

• 

Pode ser realizada a intubação face a face se a posição da vitima não for favorável para a intubação 



orotraqueal tradicional.

• 

Em caso de trauma, manter o pescoço em posição neutra, com estabilização da coluna cervical durante a 



intubação. Garantida essa condição, o colar cervical pode ser retirado para a intubação e recolocado em 

seguida.


• 

Não tente a intubação sem visualizar a fenda vocal.

seguida.

seguida.


• 

Cada tentativa de intubação deve durar até 20 segundos. A ventilação nunca deve ser interrompida por 

mais de 30 segundos.

• 

Em caso de insucesso da intubação, reoxigenar a vítima com bolsa-valva-máscara; em caso de insucesso 



repetido, escolher outra técnica para a obtenção de via aérea defi nitiva. 

Em caso de insucesso da intubação, reoxigenar a vítima com bolsa-valva-máscara; em caso de insucesso 

Em caso de insucesso da intubação, reoxigenar a vítima com bolsa-valva-máscara; em caso de insucesso 

• 

Utilizar Sequência Rápida de Intubação, sempre que possível (Protocolo AP9).



SAMU_avancado_AP.indd   6

08/06/2016   08:07:48



1   ...   191   192   193   194   195   196   197   198   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal