Protocolos de Suporte Avançado de Vida



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página155/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   151   152   153   154   155   156   157   158   ...   657
1. 

Realizar avaliação primária (Protocolo AT1) com ênfase para a manutenção da permeabilidade de vias 

aéreas e da boa ventilação.

2. 

Controlar hemorragias (iniciar com compressão direta e considerar o uso de torniquete). 



3. 

Evitar manipular a ferida que não sangra (pode ser rompido o coágulo sanguíneo e ocorrer novo 

sangramento).

4. 

Cobrir com curativo compressivo seco.



5. 

Realizar avaliação secundária (Protocolo AT2).



6. 

Instalar acesso venoso.



7. 

Realizar a reposição volêmica, se necessária, conforme protocolo do choque (Protocolo AT4).



8. 

Realizar analgesia (Protocolo AC37).



9. 

Realizar cuidados com a parte amputada, se possível:

• 

realizar breve limpeza com ringer lactato;



• 

envolver em gaze estéril umedecida com ringer lactato; 

• 

colocar em saco plástico e identifi car;



• 

colocar o saco plástico em outro recipiente com gelo (não colocar a parte amputada em contato direto 

com gelo); e

• 

transportar o segmento amputado ao hospital adequado junto com o paciente.



10. 

Realizar a mobilização cuidadosa e a considerar necessidade de imobilização adequada da coluna 

cervical, tronco e membros, em prancha longa com alinhamento anatômico, sem atraso para o transporte.

11. 

Realizar contato com a Regulação Médica para defi nição do encaminhamento e/ou unidade de saúde 

de destino.

Quando suspeitar ou critérios de inclusão

Quando na avaliação de um membro traumatizado, o profi ssional se deparar com a perda/remoção de 

uma extremidade do corpo (total ou parcial).

Untitled-3   45

05/06/2015   19:49:54




1   ...   151   152   153   154   155   156   157   158   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal