Protocolos de Suporte Avançado de Vida


  Monitorizar a oximetria de pulso. 4



Baixar 4.3 Mb.
Pdf preview
Página129/657
Encontro06.05.2021
Tamanho4.3 Mb.
1   ...   125   126   127   128   129   130   131   132   ...   657
3. 

Monitorizar a oximetria de pulso.



4. 

Considerar ventilação sob pressão positiva com BVM com reservatório, caso não mantenha ventilação 

ou oxigenação adequadas.

5. 

Considerar uma via aérea avançada, caso os métodos descritos anteriormente não tenham sucesso em 

manter uma ventilação ou oxigenação adequadas. 

6. 

Realizar avaliação secundária (Protocolo AT2).



7. 

Instalar acesso venoso. 



8. 

Realizar a reposição volêmica, se necessária, conforme protocolo do choque (Protocolo AT4). 



9. 

Considerar analgesia (Protocolo AC37).



10. 

Realizar a mobilização cuidadosa e a imobilização adequada da coluna cervical, tronco e membros

em prancha longa com alinhamento anatômico, sem atraso para o transporte.

11. 

Realizar contato com a Regulação Médica para defi nição do encaminhamento e/ou unidade de saúde 

de destino.

Quando suspeitar ou critérios de inclusão

Trauma torácico com dois ou mais arcos costais adjacentes fraturados; pelo menos dois pontos do mesmo 

arco costal associado a alguns dos sinais e sintomas abaixo:

• 

dor torácica à inspiração ou expiração, bem como à palpação; 



• 

crepitação óssea ou enfi sema subcutâneo à palpação;

• 

movimentos torácicos paradoxais à respiração (sinal tardio, que pode ser precocemente percebido à 



palpação do gradil costal);

• 

lesões externas na região torácica;



• 

dispneia (desconforto respiratório);

• 

taquipneia (FR > 28 IPM) ou bradipneia (FR < 8 IPM); e



• 

hipóxia ou cianose.

Untitled-3   21

05/06/2015   19:49:44



1   ...   125   126   127   128   129   130   131   132   ...   657


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal