Protegida pelo Bilionário



Baixar 1.31 Mb.
Pdf preview
Página95/124
Encontro29.07.2021
Tamanho1.31 Mb.
1   ...   91   92   93   94   95   96   97   98   ...   124
Héctor Mitchell
Ethan  e  eu  fomos  para  o  aeroporto  internacional  John.  F.  Kennedy,  o
mais próximo de onde estávamos, levamos uma hora e alguns minutos.
Nesse  meio  tempo  fizemos  muitas  ligações.  Infelizmente  não  pudemos
acionar  os  irmãos  do  templo,  o  que  seria  uma  mão  na  roda  já  que  eram  os
homens  mais  ricos  de  NY,  mas  Adrian  me  garantiu  que  acionou  os  chefes  de
polícia, Derick me assegurou que todos os aeroportos estavam cheios de agentes
nossos  e  Ethan  ligou  para  sua  empresa  para  ver  se  conseguiam  rastrear  Bia  ou
Hillary.


—  O  que  o  Adrian  usou  de  argumento  para  parar  os  voos?  Terrorismo?
— Ethan riu ao sair do carro.
—  Eu  sei  lá  —  quando  saí  vi  várias  viaturas  pelo  local,  o  que  me  fez
respirar  com  mais  calma.  —  Mas  nenhuma  Beatriz,  Clair  ou  Hillary  vão  voar
essa noite, isso eu te garanto.
— Se você diz, eu acredito.
Ethan continuou no celular dando indicações de como rastrear as garotas,
demos todos os dados possíveis e ainda assim não tivemos grandes resultados.
O  chefe  de  segurança  do  aeroporto  junto  com  o  capitão  da  polícia
garantiu que nenhuma mulher com esse nome havia embarcado e nos direcionou
a uma sala para conferirmos se alguma de nossas suspeitas estava ali.
Foi uma completa perda de tempo.
— Qual a chance que temos de encontrá-las agora? — tapei o rosto com
a mão.
— Ah, deve ser grande. Nova York tem o que? Quase nove milhões de
habitantes? Em meia hora a gente resolve isso — Ethan debochou.
Peguei o celular do bolso e o joguei longe, vendo-o estraçalhar no chão.
— A parte boa é que elas não vão sair daqui.
— Talvez tudo isso já estivesse planejado — eu quis quebrar o vidro do
carro de tanta raiva. — Talvez elas viajem de carro...
O que eu faria agora?
—  Vamos  nos  ocupar  em  como  resolver  isso.  Vá  para  a  Mitchell  &
Smith, nos encontramos lá mais tarde.
—  Cara,  eu  não  tenho  cabeça.  Por  que  eu  não  saí  assim  que  descobri
isso? — se algo acontecesse a Bia eu ia me culpar para sempre.
—  Em  casos  como  esse  os  sequestradores  pedirão  dinheiro,  então  logo
Bia  estará  de  volta  —  Ethan  garantiu.  —  Ela  vale  alguma  coisa  viva  e  as
strippers  só  vão  poder  negociar  se  estiver  tudo  bem  com  ela.  Até  lá  nos  as
encontraremos. Elas não podem fugir.
—  Nova  York  só  tem  quase  nove  milhões  de  habitantes...  não  podem
fugir mesmo...
—  Hex,  nós  vamos  fechar  essa  cidade  com  a  cara  dessas  mulheres,  se
necessário.  No  jornal  da  manhã,  tarde  e  noite.  Nos  intervalos  das  séries,  nas
timelines  das  pessoas,  vamos  sugerir  recompensas  maiores  que  as  loterias  dão.
Acredite em mim, elas virão a público por bem ou por mal.
— Você é péssimo em tentar me acalmar — reclamei.


— Só não faça nenhuma besteira agora.
—  Certo.  Vou  para  casa  ver  se  Anthony  está  bem  e  o  trarei  para  cá,
resolveremos os problemas da Wall Street
— Ótimo — Ethan tirou um dos aparelhos que carregava e colocou em
meu bolso. — Eu te ligo. E por favor, não assuste o pobre garoto, melhor que ele
não saiba de nada.
— Ethan, não importa o que aconteça, precisamos proteger a Bia — falei
com muita seriedade.
— Se eu não escutasse isso de você, saberia que tinha perdido o juízo.
— Não começa...
— Está tudo sob controle, Hex. Somos americanos. Temos especialidade
em  lidar  com  strippers,  reviravoltas,  inimigos  auspiciosos,  situações  de  crise  e
terroristas.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   91   92   93   94   95   96   97   98   ...   124


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal