Protegida pelo Bilionário



Baixar 1.31 Mb.
Pdf preview
Página26/124
Encontro29.07.2021
Tamanho1.31 Mb.
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   124
inteira, me chame de sua e me faça esquecer o que viemos fazer aqui”?
—  Acho  que  teremos  muito  o  que  comemorar  quando  a  fortuna  for  sua
definitivamente,  sem  preocupações  ou  contratempos...  quando  eu  não  for  mais
um perigo para você, sua família e seu dinheiro — foi a minha resposta.
—  Você  é  o  tipo  de  perigo  que  eu  faço  questão  de  enfrentar,  senhorita
Rodrigues.
Me senti lisonjeada. E acesa.
— Não haverá festa — Héctor anunciou em voz alta.
Todos os que trabalhavam ali pararam imediatamente.
— Você não tem o direito de fazer isso comigo. Consigo mesmo, Héctor!
— a mãe disse enfurecida. — Olhe para você. Olhe para ela! Você não consegue
ver? Está estampado na cara dela, Héctor?
Ele  se  virou  para  mim  e  semicerrou  os  olhos.  Se  eu  achava  que  antes
disso ele estava me analisando, agora eu aprendi o que era ser observada.
Os olhos acinzentados de Héctor percorreram todo o meu corpo, dos pés
calçados em botas pretas até os cabelos num rabo de cavalo despojado. Eu estava
longe de ser a mulher ideal, o padrão grã-fino que qualquer um podia esperar.
Fora isso, aproveitadora era uma coisa que eu estava longe de ser.
Silenciosamente Héctor se virou para a mãe e a encarou daquele jeito de


quem está no controle e não precisa se exaltar, por que sabe o que está fazendo.
—  Você  é  cego,  como  o  seu  pai  —  ela  esbravejou.  —  Eu  farei  tudo,
absolutamente tudo para impedir esse casamento!
— Eu sei que vai — ele a respondeu numa tranquilidade incomum.
— Ótimo, então prepare-se!
— Eu já me preparei — Héctor aumentou o tom de voz para chamar-lhe
a atenção, uma vez que sua mãe deu-lhe as costas.
Ela  se  virou  calmamente  e  o  encarou,  como  se  estivesse  pronta  para
cuspir sua última ameaça.
Antes que a fizesse, a voz dele a ofuscou:
— Foi por isso que Bia e eu já nos casamos, há alguns dias.
Ele a desarmou de um jeito que ela não esperou.
Eu  guardei  essa  informação  comigo,  não  disse  aos  meus  pais,  nem
mesmo a Hillary porque ele pediu. Mas agora, pelo visto, já era uma informação
de domínio público.
— Não há mais nada a ser feito a não ser escolher um lado ao qual ficar
—  Héctor  caminhou  calmamente  até  a  mulher  incrédula,  assustada,
completamente impotente diante do fato.
— Você destruiu essa família, Héctor — ela foi resoluta.
— Beatriz agora faz parte da família — totalmente diferente dela, Héctor
não  se  alterou.  Manteve  o  tom  equilibrado  e  o  olhar  sereno,  mesmo
confrontando-a. — E agindo dessa forma, é você quem está destruindo a família.
A  tréplica  não  veio.  A  mulher  somente  saiu  dali,  furiosa,  deixando  um
rastro amargo para trás.
Obrigada —  foi  tudo  o  que  consegui  dizer  quando  ele  ficou  ao  meu
lado.
Senti sua mão em minha cintura puxar-me para próximo ao corpo grande
e  quente.  Encostei  a  cabeça  o  suficiente  para  escutar  seu  coração  bater  bem
acelerado.
— Não agradeça. Eu prometi que ia te proteger de qualquer coisa. E de
qualquer pessoa. Só estou cumprindo a minha parte desse contrato.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   124


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal