Protegida pelo Bilionário



Baixar 1.31 Mb.
Pdf preview
Página104/124
Encontro29.07.2021
Tamanho1.31 Mb.
1   ...   100   101   102   103   104   105   106   107   ...   124
Ilíadas e Odisseias para que eles vivam melhor do que um dia nós vivemos.
Quase  me  ajoelhei  perante  ela.  Mas  eu  conhecia  bem  Lilith  e  sabia  que
receberia um chute por isso.
O bebê cresceu — ela tocou as laterais do meu rosto. — Não  apenas
esse bebê — ela sorriu e olhou para a porta. — E agora, munido das experiências
que  viveu,  ele  precisa  mudar  o  mundo  —  ela  respirou  fundo.  —  Mas  é
impossível mudar o mundo...
... se não mudamos a nós mesmos — completei a frase que ela sempre
repetia, todos os dias, durante nossas aulas.
Eu estarei por aqui, quando precisar — Lilith soltou minhas mãos e se
afastou. — Você sabe onde me encontrar.
— Obrigado.
—  Qual  o  destino  do  discípulo,  Héctor?  —  ela  me  perguntou,  já  de
costas para mim, diante da porta, a mão na maçaneta.
—  Superar  a  si  mesmo.  E  quem  sabe  assim,  superar  o  mestre   era  a
resposta.
Lilith girou a maçaneta e já ia atravessando a porta quando eu a chamei.
— Lilith?! Você não disse o que leu na mão do meu pai — fiquei curioso
sobre aquilo.
Ela se virou calmamente, com um sorriso brando no rosto.
— Ele não vai mais querer ser o CEO quando acordar — ela respondeu
com  simplicidade.  —  Vai  ficar  orgulhoso  em  ver  que  o  filho  dele  agora  vive,
sente  e  é  o  seu  melhor.  Seria  grandioso  trazer  a  sua  mulher  e  Anthony  aqui  —
ela sugeriu. — Ele precisa vê-los. Os três. Juntos.
— Obrigado — agradeci.
Lilith  parou  na  porta  e  antes  de  seguir  seu  caminho,  virou  o  rosto
novamente.
— Ela está na mansão do Terence Smith, nos Hamptons.
O quê?! — perguntei inconformado. Como era possível?
—  A  natureza  das  coisas  é  que  elas  terminam  onde  começam.  E  elas
normalmente começam onde terminam — Lilith sorriu.
Eu  nunca  imaginaria  que  ela  estivesse  naquele  lugar.  Era  exatamente  o
último lugar onde eu ousaria procurar.


E exatamente por isso fazia muito sentido que ela estivesse lá.
Me despedi do meu pai e liguei para Adrian enquanto descia no elevador
para a garagem no subterrâneo do hospital.
Bia voltaria para casa o quanto antes.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   100   101   102   103   104   105   106   107   ...   124


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal