ProgramaçÃo janeiro 2019 secretaria de cultura e juventude música som do Meio-Dia


Visitação até dia 15/3, de segunda a sexta, das 9h às 17h



Baixar 108.73 Kb.
Página3/28
Encontro17.03.2020
Tamanho108.73 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   28
Visitação até dia 15/3, de segunda a sexta, das 9h às 17h

Você Sabia?

Futebol em São Bernardo

O primeiro clube de futebol de São Bernardo foi a Associação Atlética São Bernardo, fundada em 1917. A Associação fez sua estreia oficial em 1919, em um empate com o temível Corinthians de Santo André – maior força do futebol da região nas primeiras décadas do século passado. Treinando provisoriamente no campo que futuramente daria origem ao Estádio Ítalo Setti, na Rua Marechal Deodoro, o clube teve vida curta, sendo que em meados de 1924 já estava extinto, devido a motivos financeiros.

Outros times amadores dessa época foram o Internacional Futebol Clube – que era dirigido por Bortolo Basso e treinava num campo localizado nas imediações da Rua Frei Gaspar – e o Grêmio Flor dos Meninos, do atual Bairro Rudge Ramos.

Encerrada essa fase pioneira, surgiram várias pequenas equipes de vida efêmera, como o Juventus, o XIV de Julho, o Nova Petrópolis, e o América – formado por ex-jogadores do Internacional e da Associação Atlética. Nesse período, era tradicional no centro da cidade o jogo do dia 1º de maio, em que os moradores se dividiam em dois times: o “de cima” e o “de baixo”, assim chamados em referência aos que residiam acima ou abaixo da linha da Rua Santa Filomena, na altura da Igreja da Matriz.

O aparecimento do Esporte Clube São Bernardo (1928) e do Palestra de São Bernardo (1935) inaugurou uma nova era no futebol da cidade, marcada por maior organização e pela rivalidade entre os dois clubes. Outros times tradicionais no futebol amador da cidade, que também surgiram nesta época, foram o Meninos F.C. (1935) e o Vila Baeta F.C. (1938).

Nas décadas de 1930 e 1940 o Esporte conquistou vários títulos no futebol amador do interior do estado e da região do Grande ABC, na qual se acirrava a rivalidade entre clubes de São Bernardo e de Santo André. Nos anos 50, o clube disputou pela primeira vez a segunda divisão profissional do campeonato paulista, feito que só voltaria a repetir na década de 80, quando por diversas vezes esteve muito perto do sonhado acesso à primeira divisão.

No início da década de 1980, o Esporte fundiu-se com o Aliança, uma nova equipe de São Bernardo que havia experimentado ascensão meteórica nos anos 70, chegando ao vice-campeonato paulista da segunda divisão em 1976.

O Palestra foi rival do Esporte desde o momento de sua criação, efetuada a partir da iniciativa de Alfredo Sabatini, um ex-jogador do Esporte que estava descontente com o antigo clube. Além disso, o Palestra logo ganhou o rótulo de “time das massas”, uma vez que se contrapunha ao Esporte, considerado “time da elite”, por estar ligado a grandes empresários da época, como Ítalo Setti e Felício Pelosini. Nos anos de 1950 e 1951, o clube chegou a disputar o campeonato paulista da segunda divisão profissional; na década de 1970, ganhou vários títulos no futebol amador da cidade, disputou a terceira divisão na década seguinte e em 1997 sagrou-se campeão da antiga série B2 (equivalente à quinta divisão). Visite o Centro de Memória de São Bernardo do Campo. Alameda Glória, 197 – Centro. Tel.: 4125 5577

INFANTIL




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   28


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal