Programa de reciclagem de óleo de cozinha usado coleta 30% a mais em 2014



Baixar 47.25 Kb.
Página1/3
Encontro16.03.2020
Tamanho47.25 Kb.
#6773
  1   2   3




Programa de reciclagem de óleo de cozinha usado
coleta 30% a mais em 2014

Resultado da parceria entre a marca Soya, da Bunge Brasil, e o Instituto Triângulo, o programa Soya Recicla amplia pontos de coleta, realiza ações de mobilização da comunidade e
arrecada mais de 452 mil litros de óleo, entre janeiro e agosto deste ano.


São Paulo, 22 de outubro de 2014 O Programa Soya Recicla, a maior rede voluntária de coleta de óleo de cozinha usado do país, recolheu 452.291 litros de óleo vegetal, nas cidades de São Paulo e do ABC paulista, entre os meses de janeiro e agosto de 2014. Se despejado de forma inadequada no meio ambiente, todo esse volume de óleo poderia impactar 11,4 bilhões de litros de água, o equivalente a 4,5 mil piscinas olímpicas.
O programa realiza a troca do óleo usado por sabão, ou seja, a cada dois litros de óleo usado levados nos pontos de coleta, são entregues duas barras de sabão biodegradável. Todo óleo recolhido é encaminhado para a fábrica verde do Instituto Triângulo, onde o material é transformado em sabão ou destinado à usinas de produção de biodiesel. Até agosto desse ano, a fábrica produziu mais de 114 mil pedras de sabão. Além disso, o óleo destinado à produção de combustível renovável gerou 410 mil litros do biodiesel, o que evitou a emissão de cerca de cinco milhões de quilos de CO2 eq. na atmosfera.
Para mobilizar ainda mais a comunidade na ação de reciclagem de óleo de cozinha, o Programa Soya Recicla realizou campanhas de conscientização nos principais parques da capital paulista e envolveu outros parceiros, o que permitiu criar novos pontos de coleta. O programa conta atualmente com 1.889 pontos de coleta voluntária, distribuídos entre supermercados, hospitais, escolas, condomínios, cozinhas industriais, empresas, comércios, associações, igrejas, e, mais recentemente, em 20 parques da capital paulista e revendas de gás da Ultragaz em Ribeirão Preto, Ourinhos, região metropolitana de Fortaleza e também na capital paulista.
Desde o início da campanha nos parques, quase três mil litros de óleo de cozinha usado já foram coletados. “Durante um mês, distribuímos amostras de sabão biodegradável e folders explicativos para que as pessoas pudessem conhecer os pontos mais próximos de suas residências, facilitando a entrega para a reciclagem, sem impactar a rotina diária dos paulistanos”, explica Eduardo Maki, presidente do Instituto Triângulo.
Com novos pontos de coleta, o programa arrecadou 100 mil litros de óleo usado a mais, o que corresponde a um aumento de 30% em comparação com o mesmo período do ano passado. “O óleo vegetal é um dos principais itens utilizados na cozinha para a preparação de alimentos. O brasileiro consome em média, mais de 20 litros do produto por ano, por isso, é importante que o consumidor conheça a forma correta de descartá-lo após o consumo e que seja atuante em sua responsabilidade ambiental. Com essas ações, nosso objetivo é sensibilizar a população e multiplicar práticas sustentáveis, pois o óleo transforma-se em sabão com mais de 90% de biodegradabilidade e também pode transformar-se em biodiesel, gerando sustentabilidade ao sistema”, afirma Michel Santos, gerente de Sustentabilidade da Bunge Brasil.



Baixar 47.25 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal