Programa de Pós-graduação em História, Política e Bens Culturais. Mestrado Profissional em Bens Culturais e Projetos Sociais



Baixar 27.55 Kb.
Encontro12.12.2019
Tamanho27.55 Kb.
#4072



Programa de Pós-graduação em História, Política e Bens Culturais.

Mestrado Profissional em Bens Culturais e Projetos Sociais



Disciplina: Cultura, patrimônio e identidades

Professores: João Maia e Luciana Heymann

Horário: Segundas-feiras, das 18:30 às 21:30.




Ementa: Conceitos de patrimônio histórico. Reflexões sobre a “cultura brasileira” e algumas chaves clássicas de interpretação do Brasil servirão para iluminar os debates em torno da noção de identidade e a estruturação de políticas no campo do patrimônio, em uma perspectiva histórica. As relações entre patrimônio e processos políticos e sociais no Brasil contemporâneo. Os binômios popular/erudito, tradição/modernidade; local/nacional e suas apropriações no campo da cultura.
Objetivo: Familiarizar os alunos com os usos dos conceitos de cultura, identidade e patrimônio e suas múltiplas conexões. Debater a contribuição da sociologia da cultura para a discussão sobre patrimônio no Brasil e apresentar de maneira geral a história das políticas patrimoniais no país. Discutir (novas) acepções do conceito de patrimônio, tais como patrimônio imaterial, industrial, digital. Analisar a relação entre processos de patrimonialização e disputas político-sociais no Brasil por meio da discussão de casos de tombamento ou registro de bens culturais.

Bibliografia básica:
ABREU, Martha. Cultura popular; um conceito e várias histórias. In: ABREU, Martha e SOIHET, Rachel (Org). Ensino de História; conceitos, temáticas e metodologia. Rio de Janeiro, Casa da Palavra, 2003, p. 83-102.
ABREU, Regina e CHAGAS, Mário (Orgs.). Memória e Patrimônio: ensaios contemporâneos. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.
ABREU, Regina; CHAGAS, Mário de Souza; SANTOS, Myrian Sepúlveda dos (Orgs.). Museus, coleções e patrimônios: narrativas polifônicas. Rio de Janeiro: Garamond/MinC/Iphan, 2007.
CHUVA, Márcia. Fundando a nação: a representação de um Brasil barroco, moderno e civilizado. Topoi, UFRJ, v. 4, n. 7, jul-dez. 2003, p. 313-333.
GONÇALVES, José Reginaldo Santos. A retórica da perda. Os discursos do patrimônio cultural no Brasil. Rio de Janeiro, UFRJ/Iphan, 1996.
__________. Antropologia dos Objetos: coleções, museus e patrimônios. Rio de Janeiro: MinC/Iphan, 2007.
GUIMARÃES, Manoel Luiz Salgado. “História, Memória e Patrimônio”. In: Antônio José Barbosa de Oliveira (Org.). Universidade e lugares de memória. Rio de Janeiro, UFRJ/SiBI, 2008. p.17- 40.
GUIMARÃES, Roberta. A utopia da pequena África: projetos urbanísticos, patrimônios e conflitos na Zona Portuária Carioca. Rio de Janeiro, editora FGV, 2014.
MICELI, Sérgio. Intelectuais à brasileira. São Paulo, Companhia das Letras, 2001.
OLIVEIRA, Lucia Lippi. Cultura é patrimônio: um guia. Rio de Janeiro: FGV, 2008.








Baixar 27.55 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal