Programa de Gestão Integrada de Águas e da Paisagem



Baixar 5.32 Mb.
Página147/158
Encontro17.03.2020
Tamanho5.32 Mb.
1   ...   143   144   145   146   147   148   149   150   ...   158

CRONOGRAMA


As atividades e o cronograma de implantação de cada PEAS específico serão detalhados pela UGP, área Ambiental e Social.
      1. CUSTOS


O custo total de montagem de cada PEAS deve ser detalhado pela UGP.
    1. Gestão de Lodos das ETES

      1. OBJETIVOS E JUSTIFICATIVAS


Os lodos e resíduos resultantes da operação das estações de tratamento de esgotos devem possuir destinação economicamente viável, ambientalmente aceitável e segura em termos de saúde pública.

A alternativa atualmente utilizada pela CESAN, disposição em aterros licenciados, embora atenda aos requisitos citados, pode ser ambientalmente melhorado, aproveitando as características nutricionais do lodo por meio da reciclagem pela rota agronômica, adotando todos os cuidados e exigências previstas nos dispositivos legais. Acrescenta-se a isso a distância entre as estações de tratamento de esgotos que serão instaladas nos municípios do interior, que fazem parte deste Programa, até os aterros utilizados pela CESAN na RMGV.



Nesse cenário, o objetivo deste Plano é dar uma alternativa economicamente e ambientalmente mais atraente aos lodos produzidos nas estações de tratamento da região do Caparaó do que transportá-los por mais de 200 km até os aterros da RMGV.



      1. Compartilhe com seus amigos:
1   ...   143   144   145   146   147   148   149   150   ...   158


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal