Programa de Gestão Integrada de Águas e da Paisagem



Baixar 5.32 Mb.
Página145/158
Encontro17.03.2020
Tamanho5.32 Mb.
1   ...   141   142   143   144   145   146   147   148   ...   158

PÚBLICO-ALVO


O público-alvo deste programa pode compreender também, além da população em geral das linhas de Ação 1 e 2 também:

Linha de Ação 3. Plano de Adesão e Educação Ambiental – Se Liga na Rede

Este Plano visa desenvolver ações informativas e educativas, visando a valorização da água tratada e destino adequado do esgoto doméstico. A CESAN já possui um programa semelhante, aplicado a RMGV, que deve ser expandido para os municípios do interior participantes do Programa financiado pelo Banco.

Para tanto deverá sensibilizar e informar a população sobre a importância da adesão dos imóveis ao sistema e ainda orientar sobre a forma correta e o prazo máximo para fazê-la, de modo a assegurar os benefícios provenientes da implantação dos serviços de coleta e tratamento do esgoto doméstico. Nesta ocasião, os clientes devem ser comunicados sobre os custos financeiros gerados pela manutenção dos serviços que estarão sendo prestados.

Deve-se, também, sensibilizar a população beneficiada pela implantação dos serviços de abastecimento sobre a importância e o uso racional da água, bem como a manutenção e conservação das instalações públicas.

Após a efetivação da ligação domiciliar à rede coletora de esgoto, o cliente deverá ser orientado a usar corretamente o sistema assegurando sua durabilidade, como também a qualidade dos serviços prestados. Nesta etapa haverá a retomada da mensagem sobre os benefícios alcançados (através da conclusão das obras e da adesão domiciliar à rede) estimulando e reforçando a adoção de procedimentos adequados para a manutenção do sistema.

Especial atenção deve ser dada às questões de ligações cruzadas de água pluvial na rede de esgotos e vice versa. A maioria dos municípios visitados não tinha um adequado sistema de drenagem pluvial, fazendo com que quando forem implantadas as redes de esgoto os moradores, naturalmente farão suas ligações de águas pluviais na rede coletora de esgotos ao primeiro sinal de acumulação de água de chuva, prejudicando todo o sistema coletor de esgotos e a estação de tratamento.

O projeto deverá ser desenvolvido ao longo e além do prazo de implantação das obras relativas ao sistema de esgotamento sanitário, período em que os usuários serão orientados como proceder para separar as águas, e promoverem as interligações aos sistemas de coleta de esgotos e de águas pluviais, respectivamente.

Durante as obras, a abertura de valas para assentamento das tubulações deverá ser acompanhada, de modo a identificar e cadastrar as interligações de esgotos ao sistema de drenagem pluvial. Deve-se identificar a melhor localização para instalação da caixa de ligação, de forma a facilitar o processo de interligação no futuro.

Considerando ser impossível identificar todos os cruzamentos de águas ao longo das vias públicas, um trabalho posterior de checagem dos sistemas de drenagem poderá ser levado a termo, de forma a se obter uma maior cobertura de identificação para uma maior redução das ligações clandestinas.




      1. Compartilhe com seus amigos:
1   ...   141   142   143   144   145   146   147   148   ...   158


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal