Preparação para Pfolio Demografia Inúmeras teorias foram elaboradas para tentar explicar o crescimento populacional. Dentre elas, destaca-se a teoria malthusiana


Historicamente, o crescimento demográfico global da União Europeia foi principalmente o resultado de uma variação natural da população. E hoje?



Baixar 58.93 Kb.
Página19/20
Encontro08.02.2022
Tamanho58.93 Kb.
#21516
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   20
Preparação Demografia - SC
Historicamente, o crescimento demográfico global da União Europeia foi principalmente o resultado de uma variação natural da população. E hoje?
A população mundial, com o passar do tempo, tem vindo a oscilar no seu crescimento demográfico. Ao longo dos anos foram diversas as causas que influenciaram este crescimento. As primeiras civilizações das quais acolhemos algumas informações em relação à população, demonstram a existência de uma dinâmica populacional pouco conhecida, complexa e diversificada. No entanto, existem elementos comuns: a guerra, crises de mortalidade, conhecimentos de contraceção e a existência de grandes migrações.

As migrações são estratégias de sobrevivência comunitárias ou familiares e são essencialmente, movimentos do meio rural para o meio urbano, que levam à aceleração do ritmo de urbanização.

O crescimento ou a diminuição de uma população são a consequência direta dos movimentos naturais e migratórios nela existentes, isto é, a consequência da evolução da natalidade, da mortalidade e dos movimentos migratórios. A migração é a diferença obtida entre a imigração (entrada de pessoas num determinado local) e a emigração (saída de pessoas de um determinado local). O crescimento populacional é obtido através do cálculo do crescimento natural (natalidade-mortalidade) com a adição do saldo migratório.

Na segunda metade do séc. XVIII ocorre o fenómeno europeu com um crescimento populacional gigante, que não podia ser explicado apenas pela revolução agrícola. A industrialização, ao permitir fazer baixar a idade no casamento, relança o crescimento demográfico; a emigração para o outro lado do Atlântico vai-se tornando cada vez mais importante; [ CITATION Naz04 \l 2070 ].

O recuo da mortalidade associado ao grande desenvolvimento da medicina, das condições de higiene e saúde, acaba de vez com o mecanismo autorregulador.

Normalmente, os países desenvolvidos apresentam um crescimento natural menor que o crescimento populacional, enquanto nos países subdesenvolvidos apresentam um crescimento natural maior que o crescimento populacional. Esta tendência resulta dos movimentos migratórios dos países subdesenvolvidos para os países desenvolvidos. Isto significa, que países subdesenvolvidos são geralmente países de emigração e que países desenvolvidos são países de imigração.

A demografia apresenta várias as teorias no sentido de perceber uma evolução lógica do crescimento natural, incluindo as teorias da transição demográfica.

Particularmente na evolução contemporânea das migrações internacionais, os dados mostram grandes variações de curto prazo no que refere ao volume e características dos migrantes. Percebe-se que existe uma grande influência de fatores sobre as migrações, como o papel das políticas migratórias, as situações económicas e a existência de acontecimentos que potenciam a migração, como conflitos políticos, crises alimentares, guerras, pobreza, etc. tanto nos países de origem como de acolhimento. [ CITATION Pei07 \l 2070 ].


Numa conjuntura onde coexistem várias realidades demográficas, os movimentos migratórios desempenham um papel regulador nas assimetrias detetadas. Um lado apresenta os países em desenvolvimento com um grande potencial de emigração, um elevado crescimento demográfi­co com uma população menos envelhecida, assim como níveis de mortalidade e de fecundidade mais eleva­dos devido à escassez de cuidados médicos e sanitários. O outro, revela países desenvolvidos com grande taxa de imigração, em processo de estagnação ou de decréscimo populacional, mais envelhecida e com baixos níveis de mortalidade e de fecundidade. [ CITATION Mar03 \l 2070 ] E assim, se vai mantendo o equilíbrio das populações, demonstrando a importância da migração populacional.

Fontes:

CITATION Naz96 \p 54-57 \l 2070 : , (Nazareth, Introdução à Demografia - Teoria e Prática, 2000, pp. 54-57),

CITATION Naz04 \p 40 \l 2070 : , (Nazareth, Demografia - A ciência da População, 2004, p. 40),

CITATION Bäc071 \l 2070 : , (Bárbara, 2007),

CITATION Naz96 \p 29-31 \l 2070 : , (Nazareth, Introdução à Demografia - Teoria e Prática, 2000, pp. 29-31),

CITATION Naz04 \p 118-121 \l 2070 : , (Nazareth, Demografia - A ciência da População, 2004, pp. 118-121),

CITATION INE17 \l 2070 : , (INE, 2017),

CITATION Bäc071 \l 2070 : , (Bárbara, 2007),

CITATION Bäc071 \p 79-87 \t \l 2070 : , (Bárbara, 2007, pp. 79-87),

CITATION Naz04 \p 253 \l 2070 : , (Nazareth, Demografia - A ciência da População, 2004, p. 253),

CITATION Pei07 \l 2070 : , (Peixoto, 2007),

CITATION Mar03 \l 2070 : , (Maria João Valente Rosa, 2003),

CITATION Naz04 \p 253-255 \t \l 2070 : , (Nazareth, 2004, pp. 253-255),

CITATION Bäc071 \p 132-133 \t \l 2070 : , (Bárbara, 2007, pp. 132-133),

CITATION Bäc071 \p 132-133 \t \l 2070 : , (Bárbara, 2007, pp. 132-133),

CITATION Naz04 \p 258 \t \l 2070 : , (Nazareth, 2004, p. 258),

CITATION Bäc071 \p 32 \l 2070 : , (Bárbara, 2007, p. 32),

CITATION Naz04 \p 57 \t \l 2070 : , (Nazareth, 2004, p. 57),

CITATION Naz04 \p 99-100 \t \l 2070 : , (Nazareth, 2004, pp. 99-100),

CITATION Naz04 \p 223-225 \t \l 2070 : , (Nazareth, 2004, pp. 223-225),

CITATION Bäc071 \p 84;140 \t \l 2070 : , (Bárbara, 2007, p. 84;140),

CITATION Naz04 \p 118-119 \t \l 2070 : , (Nazareth, 2004, pp. 118-119),

CITATION Bäc071 \p 66 \t \l 2070 : , (Bárbara, 2007, p. 66),

CITATION Bäc071 \p 26-27 \t \l 2070 : , (Bárbara, 2007, pp. 26-27),

CITATION Bäc071 \p 49 \t \l 2070 : , (Bárbara, 2007, p. 49),

CITATION Naz04 \l 2070 : , (Nazareth, 2004),


» A grande lição desta pandemia é acerca da economia dos nossos comportamentos e nela o papel das ciências humanas e sociais em matéria de ciência dos comportamentos.

Como futuro cientista social e com a aprendizagem da demografia, enquanto uma das ferramentas valiosas das ciências sociais, faça uma reflexão e analise à luz do que aprendeu em demografia, sobre os efeitos da pandemia provocada pelo Coronavírus (Covid 19) na demografia durante o período da pandemia e as possíveis consequências demográficas após no final da pandemia.




Baixar 58.93 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   20




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal