Prefeitura municipal de são domingos do norte


CARGO: ENGENHEIRO FLORESTAL



Baixar 0.82 Mb.
Página164/203
Encontro17.03.2020
Tamanho0.82 Mb.
1   ...   160   161   162   163   164   165   166   167   ...   203
CARGO: ENGENHEIRO FLORESTAL

CARREIRA: IX

 DESCRIÇÃO SUMÁRIA: Os ocupantes do cargo têm como atribuições a elaboração, execução e direção de projetos, estudos, planos e métodos de trabalho para orientar a realização dos serviços públicos e sua fiscalização, assegurando os padrões técnicos exigidos.



JORNADA DE TRABALHO: 30 horas semanais.

DESCRIÇÃO DAS TAREFAS: A - Engenharia Rural, compreendendo: atividades aplicadas para fins florestais de topografia, foto-interpretação, hidrologia, irrigação, drenagem e açudagem; instalações elétricas de baixa tensão, para fins florestais; construções para fins florestais, desde que não contenham estruturas de concreto armado ou aço; construção de estradas exclusivamente de interesse florestal; B - Defesa sanitária, compreendendo controle e orientação técnica na aplicação de defensivos para fins florestais; C - Em geral: I - Mecanização, compreendendo experimentação, indicação do emprego de tratores, máquinas e implementos necessários a fins florestais; II - Pesquisa, introdução, seleção, melhoria e multiplicação de matrizes, sementes, mudas, no campo florestal; III - Padronização, conservação, armazenagem, classificação, abastecimento e distribuição de produtos florestais; IV - Florestamento, reflorestamento, adensamento, proteção e manejo de florestas; V - Exploração e utilização de florestas de seus produtos; VI - Levantamento, classificação, análise, capacidade de uso, redistribuição, conservação, correção e fertilização do solo, para fins florestais; VII - Tecnologia e industrialização de produtos e sub-produtos florestais; VIII - Arborização e administração de parques, reservas e hortos florestais; IX- Fitopatologia, microbiologia, parasitologia e entomologia florestais; X - Xilologia. Secagem, preservação e tratamento da madeira; XI- Meteorologia, climatologia e ecologia; XII - Silvimetria, dendrologia e métodos silviculturais; XIII - Extensão, cadastro, estatística e inventário florestais; XIV- Política e economia florestais; XV- Promoção e divulgação de técnicas florestais; XVI- Assuntos de engenharia legal referentes a florestas, correspondendo vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos e laudos respectivos; XII- Planejamento e projetos referentes à engenharia florestal; XIII e executar outras tarefas correlatas.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   160   161   162   163   164   165   166   167   ...   203


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal