Português: trilhas e tramas, volume 2



Baixar 8.62 Mb.
Página206/546
Encontro13.08.2021
Tamanho8.62 Mb.
1   ...   202   203   204   205   206   207   208   209   ...   546
O navio negreiro, de Slim Rimografia. Panda Books, 2011.

Ilustrado com fotos de grafites exclusivos do Grupo OPNI, o livro traz o poema de Castro Alves para os dias de hoje. Para assistir ao vídeo do processo de composição do livro e ouvir o texto musicado, acesse: . Acesso em: 10 dez. 2015.


Página 134

4 Leia um trecho do poema “Vozes d’África”, de Castro Alves:

Deus! ó Deus! Onde estás que não respondes!


Em que mundo, em qu’estrela tu t’escondes
Embuçado nos céus?
Há dois mil anos te mandei meu grito,
Que embalde, desde então, corre o infinito...
Onde estás, Senhor Deus?... [...]

ALVES, Castro. Vozes d´África. In: Os escravos. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1921. v. 2, p. 108.

Agora, leia estes outros versos de Slim, que também fazem parte do rap “O navio negreiro”:

[...] Filhos da pátria amada, idolatrada mãe gentil


Onde tu estavas que tamanha atrocidade não viu
[...]

No caderno, estabeleça um diálogo entre os versos de Castro Alves e os de Slim Rimografia.



5 Como vocês viram, vários poetas apontaram problemas ainda presentes na realidade dos afrodescendentes. Conversem com os colegas e o professor sobre algumas ações que deveriam ser desenvolvidas pela sociedade e pelas autoridades brasileiras para sanar esses problemas.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   202   203   204   205   206   207   208   209   ...   546


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal