Português: trilhas e tramas, volume 2


Para saber mais sobre o Romantismo no Brasil, acesse



Baixar 8.62 Mb.
Página176/546
Encontro13.08.2021
Tamanho8.62 Mb.
1   ...   172   173   174   175   176   177   178   179   ...   546
Para saber mais sobre o Romantismo no Brasil, acesse:

.

Acesso em: 8 dez. 2015.



Na bagagem

• Você já ouviu os versos “Minha terra tem palmeiras / onde canta o sabiá”?

• Conhece algum poema de Gonçalves Dias?

• Sabe dizer o que é, em essência, ser “romântico”?

• Qual seria o tema de um poema cujo título é “Canção do exílio”?
Página 115

Nas trilhas do texto

Leia o poema de Gonçalves Dias.



Canção do exílio

Gonçalves Dias

Conheces o país onde florescem as laranjeiras?
Ardem na escura fronde os frutos de ouro...
Conhecê-lo? – Para lá, para lá, quisera eu ir.

Goethe (*)

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,


Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,


Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,


Que tais não encontro eu cá;
Em cismar – sozinho à noite –

Mais prazer encontro eu lá;


Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,


Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu’ainda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Coimbra, julho de 1843

(*) A epígrafe desse poema – traduzida por Manuel Bandeira – foi retirada da balada “Mignon”, do alemão Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832), um dos maiores representantes do Romantismo europeu.

DIAS, Gonçalves. In: GARBÚGLIO, José Carlos. (Sel.). Melhores poemas de Gonçalves Dias. 4. ed. São Paulo: Global, 2000. p. 16.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   172   173   174   175   176   177   178   179   ...   546


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal