Português: trilhas e tramas, volume 2



Baixar 8.62 Mb.
Página173/546
Encontro13.08.2021
Tamanho8.62 Mb.
1   ...   169   170   171   172   173   174   175   176   ...   546
O Romantismo no Brasil

No Brasil, o Romantismo foi marcado por fatos políticos, como a vinda da família real em 1808, em razão da invasão de Portugal por Napoleão, e a Independência do país, em 1822. A Independência, especialmente, inspirou a criação de obras voltadas para a história, a língua e a cultura nacionais.



Museus Castro Maya, Rio de Janeiro



Um jantar brasileiro, de Jean-Baptiste Debret, 1827. Aquarela sobre papel, 15,9 cm × 21,9 cm.

Do ponto de vista econômico, esse foi um período de desenvolvimento do comércio, da indústria e da agricultura. O país se abriu para a importação de produtos manufaturados e foi inaugurada a primeira estrada de ferro do Brasil (1854). Esses avanços, iniciados com a vinda da família real, refletiram-se também no contexto artístico.

Do ponto de vista cultural, destacam-se vários eventos: a vinda de artistas europeus, como os que participaram da Missão Artística Francesa, a reforma do ensino, a criação de escolas de nível superior, como a Faculdade de Direito de São Paulo e do Recife (1827), a importação de livros, a criação de tipografias que permitiam a edição de livros e jornais, a criação da Companhia Dramática Nacional (1833) e do Teatro Nacional (1834), a fundação do Instituto Histórico e Geográfico (1838) e do Conservatório Nacional (1854).

O progresso nas áreas de educação e cultura contribuiu para a solidificação do Romantismo brasileiro, favoreceu o intercâmbio entre artistas nacionais e estrangeiros e ajudou a formar um público para as obras que estavam sendo criadas. Os escritores românticos brasileiros elegeram como temas de suas obras as questões sociais e políticas, o sofrimento amoroso, a religiosidade, os eventos históricos e o cotidiano popular, tendo como cenário a natureza tropical.


Página 114

Os artistas plásticos buscaram retratar fatos históricos, empenhados na construção da identidade nacional. Entre eles, podemos destacar Victor Meirelles e Pedro Américo.

As produções musicais e teatrais também tematizaram o amor, a liberdade, o nacionalismo e o folclore. Destacam-se, na música, o compositor Carlos Gomes, com a ópera O Guarani, e, na dramaturgia, Martins Pena, com a peça O noviço.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   169   170   171   172   173   174   175   176   ...   546


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal