Português: trilhas e tramas, volume 2


Outros cronistas e viajantes



Baixar 8.62 Mb.
Página103/546
Encontro13.08.2021
Tamanho8.62 Mb.
1   ...   99   100   101   102   103   104   105   106   ...   546
Outros cronistas e viajantes

À carta de Caminha seguem-se outras obras portuguesas compreendidas entre o perío do da exploração do pau-brasil e o estabelecimento das capitanias hereditárias. Entre esses cronistas destacaram-se:

• Pero Lopes de Sousa, com o Diário de navegação da armada que foi à terra do Brasil, em que narra minuciosamente a expedição de Martin Afonso, realizada em 1532.

Gabriel Soares de Sousa, senhor de engenho, com o Tratado descritivo do Brasil em 1587, que procura traçar um amplo panorama da colônia, em seus aspectos históricos, geográficos e econômicos.

• Pero de Magalhães Gândavo, o mais importante desse período, considerado o primeiro historiador do Brasil, que escreveu História da província de Santa Cruz e Tratado da Terra do Brasil, em que descreve a fauna e a flora aqui encontradas. Boa parte das espécies descritas era desconhecida dos europeus, como o tamanduá, o tatu, as aves, os insetos e os peixes exóticos, descritos com espanto, estranheza e maravilhamento.

Europeus de outras nacionalidades que estiveram aqui deixaram documentos importantes sobre o Brasil. É o caso de Duas viagens ao Brasil (1557), do alemão Hans Staden, em que ele descreve pormenorizadamente o modo de vida dos tupinambás, dos quais foi prisioneiro em 1554. É importante ressaltar que, apesar de ter sido incorporada aos anais oficiais da História, a chamada literatura de informação deixou registradas percepções de um Brasil que são parciais e não exclusivas. Esses viajantes, europeus e cristãos, representavam o que viam de acordo com a sua cultura e visão do mundo, próprias de colonizadores.



John Carter Brown Library, Brown University

Tupinambás representados sob a ótica do europeu Hans Staden.
Página 71



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   99   100   101   102   103   104   105   106   ...   546


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal