Portugues ling int vol3 pnld2018 capa al pr indd



Baixar 39.74 Mb.
Pdf preview
Página258/273
Encontro07.02.2022
Tamanho39.74 Mb.
#21486
1   ...   254   255   256   257   258   259   260   261   ...   273
Linguagem Interacao 3 MP 0019P18013 PNLD2018
Paisagens  urbanas

 para 


encerrar o 

pr

ojeto da 



Unidade. 

Retomada dos 

principais 

objetivos de 

apr

endizagem 



da Unidade na

 

autoavaliação.



Para entender  

o texto


Localização e intepr

etação de infor

mações 

pr

ecisas em textos ar



gumentativos. 

Relação entr

e imagem e palavra na interpr

etação 


de texto icônico-verbal.

As palavras  

no contexto

A derivação impr

ópria.

A ambiguidade como r



ecurso expr

essivo.


Linguagem  

e texto


A noção de tensão ar

gumentativa e a estrutura do 

gêner

o ensaio. 



Tensão ar

gumentativa. 

Diálogo com  

a literatura

O Pr

é-Moder


nismo.

O Pr


é-Moder

nismo.


Língua – análise 

e r


eflexão

A expr


essão da finalidade. 

A causa, a consequência e a finalidade na 

ar

gumentação. 



A expr

essão da hipótese e da condição.

A expr

essão da concessão. 



Práticas de 

linguagem

Oral – Refor

mulação discursiva.

Escrita – O ensaio ar

gumentativo. 

Oral – Expr

essões explicativas.

Escrita – O anúncio publicitário.

Agora é com você! – Sugestões para complementação do trab

alho com a Unidade, a ser

em r


ealizadas pelos alunos de for

ma autônoma.

Linguagem_Interacao_LP_V3_PNLD2018_361a414_MP_geral.indd   380

5/28/16   7:36 PM




MANUAL DO PROFESSOR

381


Unidades 

do volume 

3 – V

isão 


geral

Capítulo inicial – Estudar com textos: a r

esenha, o r

esumo 


e a síntese

Trabalho com estratégias de leitura e sínte

se textual com finalidade de estudo. 

Unidade 1 – Se bem me lembr

o...

Abertura da 



Unidade

Para começo 

de conversa

Seções dos capítulos

Capítulo 1

Capítulo 2

E a conversa 

chega ao fim

O trabalho da 

Unidade e a 

autoavaliação

Listagem dos 

principais 

objetivos de 

apr

endizagem 



da Unidade.

Sensibilização 

para o tema 

do pr


ojeto da 

Unidade.


Primeir

os passos

Sensibilização para a leitura do texto 1.

Sensibilização para a leitura do texto 1.

Orientações 

para o 


encerramento 

do pr


ojeto da 

Unidade. 

Retomada dos 

principais 

objetivos de 

apr


endizagem 

da Unidade na 

autoavaliação.

Para entender o texto

Mobilização de conhecimentos 

enciclopédicos na interpr

etação de textos.

Planos da or

ganização textual.

As palavras no contexto

Campo semântico. 

Pr

osopopeia no gêner



o lenda. 

Linguagem coloquial no texto literário.

Linguagem e texto

O gêner


o lenda.

Tensão entr

e pr

esente e passado nas 



narrativas de memória.

Diálogo com a literatura

As vanguar

das eur


opeias. 

O Moder


nismo em Portugal. 

Primeira fase do Moder

nismo no Brasil: 

Mário de Andrade.

Primeira fase do Moder

nismo no Brasil: 

Oswald de Andrade.

Língua – análise e r

eflexão

Estrutura das palavras.

Pr

ocesso de for



mação de palavras.

Práticas de linguagem

Oral – T

omar notas a partir do oral.

Escrita – Mitos e lendas e tradição oral.

Oral – T


omar notas a partir do oral. 

Escrita – Narrativa de memórias.

Agora é com você! – Sugestões para complementação do trab

alho com a Unidade, a ser

em r

ealizadas pelos alunos de for



ma autônoma.

Unidade 2 – O cotidiano sob diversos olhar

es

Abertura da 



Unidade

Para 


começo de 

conversa


Seções dos 

capítulos

Capítulo 3

Capítulo 4

E a conversa 

chega ao fim

O trabalho da 

Unidade e a 

autoavaliação

Listagem dos 

principais 

objetivos de 

apr

endizagem 



da Unidade.

Intr


odução 

do pr


ojeto 

da Unidade.

Primeir

os passos

Sensibilização para a leitura do texto 1.

Sensibilização para a leitura do texto 1.

Encaminhamentos 

para a finalização 

do pr

ojeto da 



Unidade. 

Retomada dos 

principais 

objetivos de 

apr

endizagem 



da Unidade na 

autoavaliação.

Para entender o 

texto


Interpr

etação de documentos visuais. 

As imagens na construção dos sentidos.  

Características da leitura de textos dramáticos.

As palavras no 

contexto


As onomatopeias.

Relações entr

e oral e escrita.

Linguagem e 

texto

Características das histórias em quadrinhos.



Características dos gêner

os dramáticos. 

Caracterização essencial e acidental: epítetos e  

atributos.

Diálogo com a 

literatura

Primeira fase do Moder

nismo no Brasil: Manuel 

Bandeira. 

O teatr


o no Brasil: século XX. 

Língua – análise 

e r

eflexão


Classes de palavras.

Pr

onomes e seu funcionamento no texto.



Práticas de 

linguagem

Oral – Mar

cador


es de oralidade.

Escrita – História em quadrinhos.

Oral – Expr

essões corporais.

Escrita – A transposição de gêner

os.


Agora é com você! – Sugestões para complementação do trab

alho com a Unidade, a ser

em r

ealizadas pelos alunos de for



ma autônoma.

Linguagem_Interacao_LP_V3_PNLD2018_361a414_MP_geral.indd   381

5/28/16   7:36 PM



MANUAL DO PROFESSOR

382


Unidade 3 – Mundo do trabalho (I)

Abertura da 

Unidade

Para começo 

de conversa

Seções dos 

capítulos

Capítulo 5

Capítulo 6

E a conversa 

chega ao fim

O trabalho da 

Unidade e a 

autoavaliação

Listagem dos 

principais 

objetivos de 

apr


endizagem 

da Unidade.

Sensibilização 

para o tema 

do pr

ojeto 


das Unidades 

3 e 4.


Primeir

os 


passos

Sensibilização para a leitura do texto 1.

Sensibilização para a leitura do texto 1.

Encaminhamento 

para a 

continuidade do 

pr

ojeto das 



Unidades 3 e 4.

Retomada dos 

principais 

objetivos de 

apr

endizagem 



da Unidade na 

autoavaliação.

Para entender 

o texto


Identificação e localização de infor

mações em 

textos r

elatoriais.

Características da comunicação na esfera íntima.

As palavras no 

contexto

Anáfora e pr

onomes demonstrativos.

Níveis de linguagem na comunicação íntima.

Linguagem e 

texto


As pr

ojeções enunciativas.

Biografia e autobiografia.

Os gêner


os epistolar

es. 


Os comentários metaenunciativos. 

Diálogo com a 

literatura

Segunda fase do Moder

nismo brasileir

o. 


Segunda fase do Moder

nismo brasileir

o.

Língua – 



análise e 

reflexão


Mecanismos sintáticos que asseguram a coesão e a 

coer


ência.

Mecanismos sintáticos que asseguram a coesão e a 

coer

ência.


Práticas de 

linguagem

Oral – O diálogo: níveis de interação dialogal. 

Escrita – O currículo. 

Oral – O diálogo: pr

otocolos linguageir

os.

Escrita – A carta pessoal.



Agora é com você! – Sugestões para complementação do trab

alho com a Unidade, a ser

em r

ealizadas pelos alunos de for



ma autônoma.

Unidade 4 – Mundo do trabalho (II)

Abertura da 

Unidade


Para começo de 

conversa


Seções dos 

capítulos

Capítulo 7

Capítulo 8

E a conversa 

chega ao fim

O trabalho da 

Unidade e a 

autoavaliação

Listagem dos 

principais 

objetivos de 

apr

endizagem 



da Unidade.

Encaminhamento 

para o pr

ojeto da 

Unidade.

Primeir


os 

passos


Sensibilização para a leitura do texto 1.

Sensibilização para a leitura do texto 1.

Encaminhamento 

para a 


finalização do 

pr

ojeto das 



Unidades 3 e 4.

Retomada dos 

principais 

objetivos de 

apr

endizagem 



da Unidade na 

autoavaliação.

Para entender o 

texto


Identificação dos objetivos comunicativos de um 

texto pela análise de sua estrutura. 

Identificação da questão polêmica de um texto 

ar

gumentativo.



As palavras no 

contexto


Níveis de linguagem na escrita epistolar

Campo semântico.



Linguagem e 

texto


A ar

gumentação em gêner

os epistolar

es for


mais

.

For



mas de raciocínio e ar

gumentação.

Diálogo com a 

literatura

Ter

ceira fase do Moder



nismo brasileir

o.

Tendências da literatura contemporânea 



brasileira e de literaturas africanas de expr

essão 


portuguesa.

Língua – análise 

e r

eflexão


A coor

denação.


A modalização.

Práticas de 

linguagem

Oral – A mesa-r

edonda.

Escrita – A corr

espondência for

mal 


ar

gumentativa.

Oral – A mesa-r

edonda.


Escrita – A dissertação em pr

osa.


Agora é com você! – Sugestões para complementação do trab

alho com a Unidade, a ser

em r

ealizadas pelos alunos de for



ma autônoma.

Linguagem_Interacao_LP_V3_PNLD2018_361a414_MP_geral.indd   382

5/28/16   7:36 PM



MANUAL DO PROFESSOR

383


Estrutura dos capítulos

As seguintes seções estruturam os capítulos dos volumes 

(na ordem em que aparecem):

 

• Abertura e título do capítulo;



 

• Primeiros passos;

 

• Texto 1, texto 2, etc.;



 

• Para entender o texto; 

 

• As palavras no contexto; 



 

• linguagem e texto;

 

• Diálogo com a literatura;



 

• língua – análise e reflexão; 

 

• Práticas de linguagem:



- Produção oral;

- Produção escrita.

essa estrutura favorece uma eficiente metodologia de 

trabalho com a língua e com os textos. os capítulos assu-

mem, assim, uma forma próxima da de uma sequência di-

dática


7

, baseada nos seguintes passos: 

 

• parte-se da leitura e da interpretação de textos (objeti-



vo: desenvolvimento de habilidades leitoras); 

 

• passa-se pela análise da estrutura linguístico-discursiva 



dos textos (objetivo: desenvolvimento de habilidades 

de análise linguístico-discursiva);

 

• prossegue-se com o estudo sistematizado da literatura 



(objetivo principal: desenvolvimento de habilidades de 

apreciação estética);

 

• encaminha-se o trabalho para uma abordagem das prá-



ticas de oralidade, dos gêneros orais e das característi-

cas da língua falada, em contraste ou não com a língua 

escrita (objetivo: desenvolvimento de habilidades de 

comunicação oral);

 

• chega-se à produção de textos escritos (objetivo: de-



senvolvimento de habilidades de produção escrita).

Você poderá trabalhar os capítulos seguindo os passos 

da sequência e, se julgar conveniente, adaptando-os às 

suas necessidades. Chamamos mais uma vez sua atenção 

para o caráter progressivo das atividades, ressaltando o 

papel fundamental da leitura integral, por você, dos capítu-

los e das atividades dos volumes, antes de colocá-los em 

prática com os alunos, e, se for o caso, das adaptações e 

dos ajustes necessários. 

Cada seção se estrutura internamente de forma variada, 

em geral com base em roteiros de questões ou atividades 

cuja função é, quase sempre, problematizar, em cada etapa, 

os conhecimentos prévios dos alunos e aqueles mobilizados 

pelas diferentes leituras e produções textuais, levando à 

discussão informações já adquiridas pelos alunos e provo-

cando-os a construírem outros saberes e experiências, cole-

tiva ou individualmente. Portanto, essas atividades e roteiros 

de questões são sempre sugestões de trabalho, que você 

poderá modificar de acordo com suas necessidades e as dos 

alunos. No livro do Aluno, faz-se, sempre que necessário, a 

7

 Sobre a noção de sequência didática, veja: DolZ, J. et al. Sequências di-



dáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: DolZ, 

J.; SCHNeuWlY, B. 




Baixar 39.74 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   254   255   256   257   258   259   260   261   ...   273




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal